Pacientes reclamam de falta de exames no HGR e em posto de saúde - Folha de Boa Vista
CORONAVÍRUS
Pacientes reclamam de falta de exames no HGR e em posto de saúde
Segundo denúncia, pacientes não conseguem realizar os exames para o coronavírus
Por Folha Web
Em 27/04/2020 às 19:02
Pacientes reclamam de falta de exames no HGR e em posto de saúde (Foto: Divulgação)

Um paciente de 29 anos com sintomas de coronavírus entrou em contato com a Folha de Boa Vista para denunciar a falta de exames para saber se ele está ou não com a doença.

Segundo a irmã que está acompanhando o paciente, ele está com sintomas de coriza, dor no corpo, não tem paladar e a falta de ar vem se agravando. O homem que trabalha em uma empresa privada se isolou após apresentar os primeiros sintomas.

“Ele foi primeiro no Posto de Saúde do Caranã na quinta-feira passada, e a orientação foi procurar o Hospital Geral de Roraima. Ele foi a ambos os lugares e não fez o exame, não sabe se está com o vírus e a situação só agrava” disse.

Outra paciente, uma técnica de enfermagem que atua na maternidade entrou em contato para relatar a mesma situação. Ela contou que procurou atendimento no Hospital Geral de Roraima e não fez o exame. Segundo ela, a orientação era que voltasse após 7 dias de sintomas.

“Tive os sintomas, mas não houve a coleta para o exame, procurei pelo particular. Trabalho na linha de frente da equipe de saúde, e há um descaso com os funcionários que precisam pagar para fazer o teste. Meu resultado foi negativo mas foi um abalo psicológico” disse.

Prefeitura- A Folha de Boa Vista entrou em contato com a Prefeitura de Boa Vista que informou que irá se posicionar sobre o caso nessa terça-feira.

Governo do Estado - A Direção do Pronto Atendimento Airton Rocha esclarece que todo paciente que busca o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) tem sido atendido normalmente e que a internação hospitalar na Unidade só ocorre quando constatada pelo médico a existência critérios de gravidade. No caso de pessoas que não possuem esses critérios, o recomendado é que o mesmo busque atendimento em uma UBS (Unidade Básica de Saúde), que também possui autonomia para realizar teste para o Novo Coronavírus (COVID-19).

A Sesau ressalta que adota todos os protocolos estabelecidos pelo MS(Ministério da Saúde) que incluem o afastamento dos servidores com
diagnóstico positivo de suas atividades laborais, respeitando o período de 14 dias de quarentena. Após este período, eles são avaliados por um
médico, e se dentro de 72 horas não apresentarem mais nenhum sinal ou sintoma, podem retornar as suas atividades laborais.
É importante ressaltar que a gestão tem trabalhado incansavelmente para promover melhores condições de trabalho bem como a segurança
dos profissionais de saúde. Entre as ações estão a aquisição contínua de EPI’s (Equipamento de Proteção Individual), incluindo máscaras faciais
incolor, máscaras de proteção respiratória, álcool etílico 70%, óculos de proteção profissional, macacão branco, avental, gorro, luvas entre outros
itens essenciais nas unidades hospitalares, recebidos na quinta-feira passada, vão atender os servidores e unidades de saúde no combate ao
Novo Coronavírus.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
7
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!