PUBLICIDADE
PRÓXIMOS DIAS
Previsão é de chuvas com ventos fortes, trovões e raios
As chuvas que historicamente ocorrem no final de agosto para setembro têm ventos mais fortes, que chegam até 60 km por hora
Por Ribamar Rocha
Em 23/08/2019 às 00:25
Como haverá maior incidência de raios no período, o meteorologista Ramon Alves ressaltou os cuidados que as pessoas devem tomar (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O inverno tem sido mais rigoroso neste mês de agosto, no estado, com registro de mais de 280 milímetros de chuvas, número acima da média histórica para o mês, que é em torno de 250 milímetros. Segundo o meteorologista da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Ramon Alves, o período chuvoso em Roraima vai de abril a setembro e a previsão para este restante de inverno é de poucas chuvas, porém fortes e acompanhadas de ventos, raios e trovões.

“Para completar nosso período chuvoso faltam as chuvas que historicamente ocorrem no final de agosto para setembro com ventos mais fortes, que chegam até 60 km por hora, e que sempre ocasiona derrubada de placas e de árvores que estejam com raízes mais fracas, sempre acompanhadas de raios e trovões. São dois ou três eventos dessa natureza que ocorrem no final do período chuvoso, não só em Boa Vista, mas também nos municípios a Nordeste do Estado, como Bonfim e Normandia”, afirmou.

Como haverá maior incidência de raios no período, o meteorologista ressaltou os cuidados que as pessoas devem tomar para não se envolver em acidentes.

PUBLICIDADE

“Há uma grande preocupação neste período devido à grande incidência de nuvens carregadas que proporcionam raios e não é prudente ficar em áreas abertas e expostas, debaixo de árvores e malocas, além de evitar manusear celulares e objetos eletroeletrônicos que estejam ligados na tomada de energia”, afirmou.   

De acordo com o Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia), a previsão de chuva para os próximos dias em Boa Vista é de tempo parcialmente nublado a nublado com chuva em áreas isoladas e temperaturas estáveis, variando entre 23ºC e 33ºC, umidade entre 60% e 95% e ventos direção Nordeste de intensidade de fraca a moderada com possíveis rajadas isoladas.

Já o norte do Estado será atingido com chuvas próximas de 12 milímetros. A previsão sazonal para o trimestre de agosto, setembro e outubro é de que as chuvas tenham valores abaixo da média climatológica do Estado de Roraima.

Para o sul do Estado, a previsão para os próximos cinco dias é de pancadas de chuvas esporádicas, com precipitação acumulada em torno de 25 milímetros nos municípios de São João da Baliza, São Luiz do Anauá e parte do município de Rorainópolis.

De um modo geral, o clima no Estado permanece ameno, mas com ligeira sensação de alta na temperatura, devido ao aparecimento do sol com maior frequência.  

“Como estávamos num período de maior frequência de chuvas, a tendência é termos temperaturas mais baixas que a que tivemos nos meses de junho, julho e agosto, de clima bem ameno, com média de 28 graus, e deve permanecer até o final do período chuvoso”, disse.    

Já choveu 287,9 mm este mês em Boa Vista


As chuvas de agosto têm causado estragos na cidade, mas nos próximos meses ficarão abaixo do normal (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Dados registrados pela estação A135 do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) apontam que até o dia 21 de agosto o acumulado foi 287,9 milímetros em Boa Vista. A média histórica de precipitação na capital é de 1.678,6 milímetros de chuva. De janeiro a julho de 2019, o acumulado de precipitação foi de 1.266,1 milímetros, com a maior precipitação no mês de junho (437,5mm) e a menor precipitação em fevereiro (0,2mm).

Já no sul do Estado, segundo dados do CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), do Ministério da Ciência e Tecnologia, a precipitação observada dos últimos dias mostra que o acumulado de chuva no sul do Estado foi próximo de 75 milímetros nos meses de abril a julho, acumulando aproximadamente 310 milímetros. 

O prognóstico das tendências climáticas para o trimestre de agosto, setembro e outubro mostra que 56% dos modelos climáticos indicam condição de neutralidade, 38% indicam El Niño e 6% indicam La Niña. A previsão para os próximos meses é de chuva abaixo da normal climatológica em Roraima. 

As atuais condições oceânicas e atmosféricas no oceano Pacífico Tropical indicam transição do fenômeno El Niño – Oscilação Sul (ENOS) para condições de neutralidade nos próximos meses, ou seja, ausência dos fenômenos El Niño ou La Niña. 

Segundo dados obtidos da RNH (Rede Hidrometeorológica Nacional), o nível do Rio Branco, em Boa Vista, se encontra em 5,93m e no município de Caracaraí está em 7,11m. Comparando com o mesmo período de 2018, os níveis foram respectivamente 3,1m e 4,32m. (R.R)

***
Gostou?
9
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!