PUBLICIDADE
EM IRACEMA
Produtores denunciam precariedade de vicinais
Chuvas ocasionaram dificuldade em escoamento de produção e locomoção de crianças que ficam sem transporte escolar
Por Polyana Girardi
Em 14/08/2019 às 00:20
Durante inverno, estradas se tornam intrafegáveis gerando problemas aos produtores e dificultando o transporte escolar (Foto: Arquivo cedido por moradores de Nova Esperança)

A precariedade em que se encontram as estradas vicinais no município de Iracema e que fazem ligação com a Vila Nova Esperança foi alvo de denúncias feitas pelos moradores da região à Folha. De acordo com os produtores, a vicinal 1, que dá acesso às vicinais 6 e 12 e Ajarani, que são as principais rotas para escoamento das produções de banana, milho, farinha e outros itens da agricultura familiar local, ficam impossibilitadas para tráfego durante o inferno.

O produtor Hernandes Campos é morador da vicinal 6 há cerca de 14 anos e nos relatou que o problema do acúmulo de lama e atoleiros de carros e caminhões são antigos e nunca resolvidos pelas gestões do município ou do estado.

PUBLICIDADE

“Já foram apresentadas muitas reclamações aos responsáveis para que solucionem essa questão durante o verão, para que não ocorram tantos problemas quando estamos no período chuvoso. A única reivindicação atendida foram duas pontes, e na época tivemos que fazer um esforço muito grande para cobrar o que nos era de direito”, disse.

TRANSPORTE ESCOLAR – Outra dificuldade sentida pelos produtores por conta da falta de estradas trafegáveis nas vicinais do município de Iracema é o transporte escolar. Lavínia Cardozo é tia de uma criança de quatro anos de idade e, de acordo com ela, o transporte que deveria fazer a rota da vicinal 6 não existe.

“Meu sobrinho acorda cinco horas da manhã todos os dias durante a semana para ir à escola porque o ônibus escolar, que deveria partir da vicinal 6 rumo a vila Campos Novos, não foi fornecido aos estudantes. Estamos falando de crianças menores de cinco anos que precisam madrugar para esperar outro ônibus que vem do Ajarani se quiserem ter acesso à educação”, explicou. 

Lavínia disse que além de saírem cedo de casa, também chegam tarde por conta das condições da estrada. 

“Meu sobrinho muitas vezes volta passando mal porque não existe horário fixo para almoçar, já que nunca sabemos quanto tempo levará para que retorne. Nós queremos apenas que o governo tome providências. Como adultos, superamos diversos problemas, mas quando começa a afetar as crianças, precisamos expor a situação para que alguém olhe pela população do interior”, desabafou.

A moradora ainda ressaltou que a comunidade não quer mais ouvir desculpas e sim ações que atendam às reivindicações. “Se os problemas são recorrentes, por que não tomam atitudes para nos ajudar?”, questionou.

Outro lado – A reportagem procurou a prefeitura do município de Iracema para saber o posicionamento diante das denúncias feitas pelos moradores das vicinais. O prefeito Jairo Ribeiro disse que está ciente da situação em que se encontram as estradas das vicinais citadas na reportagem e devido às chuvas e à falta de verbas, se torna impossível a realização de obras nesses locais. “Estamos trabalhando em parceria com o governo estadual e estive no palácio Senador Hélio Campos realizando a entrega de ofício para a Secretaria de Infraestrutura pedindo que patrulhas visitem o local, avaliem que medidas poderão ser feitas após o inverno e ajudem dando suporte em pontos mais críticos. Não se trata de um problema isolado e queremos, até semana que vem, realizar esse trabalho”, disse.

Já a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf) informou, por meio de nota, que ainda esta semana serão disponibilizadas, para o município de Iracema, máquinas para compor a Patrulha Mecanizada para realizar os serviços emergenciais nas vicinais. 

A Seinf ainda ressaltou que, apesar de decisão do Tribunal de Justiça determinar que a responsabilidade pela manutenção e recuperação de vicinais e pontes é do município, o governo estadual, em parceria com as prefeituras, buscará solução para sanar os problemas.

“Em paralelo, o Governo do Estado vai licitar, ainda este mês, o processo de Recuperação de Vicinais para que, tão logo termine o inverno, possa fazer a recuperação de estradas nos municípios do Interior, que deverá contemplar as referidas vicinais”.

***
Gostou?
0
1
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!