Professora relata experiência vivida durante a pandemia - Folha de Boa Vista
DIA DO PROFESSOR
Professora relata experiência vivida durante a pandemia
“Uma das saudades dos professores é ter a interação e o contato olho a olho presencial com os alunos”, afirma Lorena Dourado
Por Folha Web
Em 15/10/2021 às 15:47
A professora Lorena apontou que umas das maiores dificuldades enfrentadas nessa nova realidade é manter a atenção do aluno (Foto: Arquivo FolhaBV)

A mais de um ano os professores tiveram que se reinventar e se adaptar ao novo método de ensino remoto, e a câmera tem sido a maior aliada para ter um contato com os alunos. Um dos maiores desafios enfrentados é manter a atenção dos estudantes o que não uma missão fácil, além de não deixar eles sem conteúdo.

O Dia dos Professores, é comemorado nesta sexta-feira, 15 de outubro. A data foi escolhida devido a consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila, freira carmelita, mística e santa católica do século XVI.

“A vida de professor é um constante aprendizado, e os momentos que estamos passando durante essa pandemia só faz com que nossa criatividade seja exercida e que a gente consiga nos superar a cada momento. Tivemos que nos reinventar, procurar qualquer forma de fazer com que o aluno consiga ter um bom proveito. E nessa época de pandemia foram várias experiências até a gente chegar a uma possibilidade de ensino que pudesse realmente ser eficaz, e conseguimos superar e alcançar todos os nossos objetivos”, relata a professora Lorena Dourado.

A professora Lorena apontou que umas das maiores dificuldades enfrentadas nessa nova realidade é manter a atenção do aluno, e a falta de uma boa qualidade de internet.

“As dificuldades estão sendo as mesmas. Mesmo em sala de aula você conseguir ter atenção do aluno já difícil, imagina na questão remota, a falta de uma internet que preste também foi um dos grandes desafios, além da falta de recursos, falta de conhecimento por você não ser habituada a usar as novas ferramentas pedidas”, explica.

Ela confessou ainda que sente muita saudade de ministrar aula presencialmente.

“Minha maior saudade é ter esse contato olho a olho, por conta que muitas vezes a gente dar aula apenas para uma bolinha na tela do computador e as vezes você fica achando que não tem ninguém ali do outro lado e o professor tem que dar aula, tem que fazer a pergunta a ele mesmo responder o aluno, então eu sinto falta desse contato com o outro, de estar no mesmo ambiente, da gente poder ser olhada para poder conversar”, confessou a professora.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!