Projeto oftalmológico que atende venezuelanos recebe mais de R$ 245 mil - Folha de Boa Vista
ABRIGOS EM RORAIMA
Projeto oftalmológico que atende venezuelanos recebe mais de R$ 245 mil
O juiz titular da 1ª Vara do Trabalho de Boa Vista, Gleydson Ney Silva da Rocha, acolheu a indicação do MPT (Ministério Público do Trabalho)
Por Folha Web
Em 09/06/2021 às 16:50
O recurso é destinado ao projeto que atende refugiados venezuelanos acolhidos em abrigos em Boa Vista (Foto: Diane Sampaio / FolhaBV)

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região - Amazonas e Roraima (TRT-11) autorizou o repasse de R$ 246.300,00 ao projeto “Ação humanitária a refugiados em tempos de pandemia", que oferece atendimento oftalmológico a venezuelanos acolhidos em abrigos na cidade de Boa Vista.

A decisão foi proferida no último dia 24 de maio pelo juiz titular da 1ª Vara do Trabalho de Boa Vista (VTBV), Gleydson Ney Silva da Rocha, que deferiu o pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT) para destinação do valor à entidade associativa Rotary Club de Boa Vista - Caçari, responsável pelo projeto social.

Os valores são oriundos de  processo em fase de execução envolvendo o Município de Pacaraima por descumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), cabendo ao MPT indicar instituições para receber o montante disponível.

Ao determinar a transferência de valores, o magistrado estabeleceu o prazo de 90  dias, a contar da intimação, para a entidade beneficiada apresentar prestação de  contas detalhada sobre a destinação dos recursos disponibilizados.

Com esta decisão mais recente, a 1ª VTBV já destinou o total de R$ 362.393,85, oriundo de um único processo, a três projetos sociais do Rotary Club Boa Vista - Caçari. A entidade tem diversas ações sociais em andamento e conta com mais de 20 anos de atuação na capital roraimense.

Projetos sociais na pandemia

Em março deste ano, o Ministério  Público do Trabalho (MPT) indicou outros dois projetos sociais mantidos pelo Rotary Club em Boa Vista (RR).

O juiz titular da 1ª VTM acolheu as indicações do MPT, que requereu a transferência de R$ 12.679,32 para o projeto “Equipamentos  para  Centro  de  Convivência Social”  e R$ 103.414,53 para o projeto  “Combate  à Covid-19 - Medicamentos”.

Na decisão proferida em 11 de março de 2021, o magistrado determinou a intimação da entidade e concedeu o prazo de 60 dias para prestação de contas detalhada relativas aos dois  projetos beneficiados.

Processo n. 0000821-29.2014.5.11.0051

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
1
12
Cadastrar-me Enviar Comentário
SANTOS disse: Em 10/06/2021 às 11:26:56

"- Há poucos dias fui fazer revisão ocular. Lá deparei-me com um sem número de imigrantes fazendo a mesma coisa que eu, com uma sensível diferença: eles tinha a consulta, óculos e, alguns, até cirurgias completamente gratuitas, autorizadas pelo SUS, enquanto que eu, sendo brasileiro, tenho que pagar por tudo, pois sequer uma consulta com oftalmologista se consegue. Depois me vem um bando de lacradores do politicamente correto, direeitos humanos o cambal a quatro dizer que sou xenófobo. Xenófobo é o cacete!!!"

Damiao disse: Em 09/06/2021 às 23:18:06

"Se esse dinheiro fosse investido nos próprios donos dele que e os Brasileiros,seria mais justo. Mais o Brasil é assim preferi olhar para os de fora. Vergonha do Meu Brasil"