Seletivados da Saúde dizem que estão sem receber insalubridade - Folha de Boa Vista
GRATIFICAÇÃO
Seletivados da Saúde dizem que estão sem receber insalubridade
“O profissional de saúde trabalha como um soldado na guerra”, declarou denunciante, que é uma das convocadas no último processo seletivo da Secretaria de Saúde (Sesau)
Por Ayan Ariel
Em 29/05/2020 às 13:23
Técnicos de enfermagem e enfermeiros estão sendo prejudicados com a falta de pagamento desse adicional (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)

A Folha voltou a receber denúncias de que os profissionais de saúde que foram convocados no último processo seletivo da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) e estão atuando na rede estadual ainda não receberam o pagamento do adicional de insalubridade. Segundo informações, essa situação estaria acontecendo a mais de três meses.

Uma seletivada, que não quis se identificar, afirma que técnicos de enfermagem e enfermeiros de várias unidades estaduais de saúde estão sendo prejudicados.

“No nosso trabalho, corremos risco de pegar doenças, como a Covid-19, temos que enfrentar falta de EPI e material para atendimento. Então o profissional de saúde trabalha como um soldado na guerra. Por essas e outras que exigimos nossos direitos”, desabafou a denunciante.

OUTRO LADO – Em resposta a Folha, a Sesau, por meio de nota da Coordenadoria Geral de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde (CGTES), afirmou que a denúncia de que servidores não estariam recebendo o adicional de insalubridade não procede.

“A CGTES esclarece que os valores referentes ao adicional estão sendo pagos regularmente, para os servidores que apresentaram o Laudo de Insalubridade, emitido por meio de ofício encaminhado à CAIPP (Comissão de Avaliação de Insalubridade, Periculosidade e Penosidade)”, finalizou a nota.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
2
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!