PUBLICIDADE
GREVE NACIONAL
Servidores dos Correios em RR aderem ao movimento nacional
Por Folha Web
Em 12/09/2019 às 00:10
A empresa diz que mais de 90% dos empregados está trabalhando, mas eles paralisaram entregas na manhã desta quarta-feira, 11 (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

Desde a meia noite dessa quarta-feira (11) que servidores dos Correios paralisaram as atividades, em adesão à greve nacional, por tempo indeterminado. Um dos motivos para a greve é a campanha salarial, melhores condições de trabalho e a falta de acordo entre os funcionários e os Correios.

De acordo com Ariomar Farias de Lima, secretário jurídico do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Correios e Telégrafos em Roraima (Sintect/RR), a empresa está executando um plano financeiro para garantir sua competitividade e sustentabilidade, porém, pela segunda vez, adiou um possível acordo.

“Estamos reivindicando a retomada da negociação, pois a empresa abandonou a negociação e não demonstrou nenhuma proposta de acordo com os nossos interesses”, explicou.

PUBLICIDADE

Segundo ele, desde o início de julho a administração dos Correios participa de reuniões com os representantes dos empregados, nas quais foram apresentadas a situação econômica da estatal, porém não há uma proposta de reajuste salarial.

“A única proposta que a empresa apresentou praticamente liquidava os nossos direitos, ou seja, eles chegaram a oferecer um reajuste de 0,8% no salário, um prejuízo total para categoria. Atualmente, estamos sem um acordo coletivo de trabalho”, explica.

Correios — Segundo a empresa, a paralisação parcial dos empregados dos Correios, iniciada nesta terça-feira (10) pelas representações sindicais da categoria, não afeta os serviços de atendimento da estatal.

A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas.

A rede de atendimento está aberta em todo o país e os serviços, inclusive SEDEX e PAC, continuam sendo postados e entregues em todos os municípios. Os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje) estão com postagens temporariamente suspensas.

Levantamento parcial realizado na manhã desta quarta-feira (11) mostra que 82% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente. Em Roraima, 96,73% dos empregados estão trabalhando normalmente.

***
Gostou?
2
1
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!