Vaticano destaca morte de missionária que atuava em Roraima - Folha de Boa Vista
LUTO
Vaticano destaca morte de missionária que atuava em Roraima
Irmã Telma Lage era defensora dos Direitos Humanos e atuava no estado desde 2013
Por Folha Web
Em 24/06/2021 às 12:30
Irmã Telma Lage faleceu devido a covid (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O portal oficial do Vaticano destacou a morte da Irmã Telma Lage, que atuava junto às organizações humanitárias e de atendimento a migrantes em Roraima. A religiosa faleceu nesta quarta-feira, 22, por complicações da covid-19.

Na ocasião, o portal do Vaticano reforçou a atuação da Irmã no estado e as homenagens recebidas por colegas de missão e amigos.

“Muitos consideram a religiosa falecida como a cara visível do grande trabalho que a Diocese de Roraima faz com os migrantes, uma das grandes prioridades da Igreja local”, disse o Vaticano; “Pessoa muito conhecida no Estado de Roraima, tem sido muitas as homenagens recebidas nas últimas horas. Dentre elas, podemos citar aquela que dizem que ‘a irmã Telma tinha um coração tão grande que podia acolher muitas pessoas’. Uma mulher sensível, lutadora pelos direitos dos outros e apaixonada pela missão”, reforçou a nota.

DIOCESE - Em nota de solidariedade, a Diocese de Roraima informou sobre sua atuação no estado na luta pelos direitos humanos. “Sua vida destemida, simples e engajada é um sinal de profecia e esperança em uma sociedade individualista e desigual. Que seu testemunho brilhe para nós como um sinal eloquente do amor a Deus e aos irmãos”, informou Dom Mário, bispo de Roraima.

Irmã Telma Lage foi uma das primeiras a atuar no acolhimento de migrantes em Roraima

Telma Cristina Lage dos Santos nasceu em 23 de fevereiro de 1972 em Itabira (MG). Em 1997 iniciou sua caminhada vocacional na Congregação das Religiosas Missionárias de Nossa Senhora das Dosres até efetuar seus votos perpétuos em julho de 2009.

Atuou na Bahia, Belo Horizonte e Goiás até ser enviada em missão para a Comunidade Nossa Senhora da Amazônia, na Diocese de Roraima, em 2013.

No estado, se dedicou a formação e acompanhamento dos jovens e foi eleita assessora da Pastoral da Juventude do Regional Norte 1 Amazonas/Roraima. Também coordenou o Centro de Migrações e Direitos Humanos, uma das primeiras ações de acolhimento de migrantes venezuelanos no estado, ainda no início do fluxo migratório em 2015.

Telma foi internada no Hospital Geral de Roraima (HGR) no dia 19 de junho, tendo sido intubada na segunda-feira, 21. Na noite de terça-feira, após duas paradas cardíacas, a Irmã não resistiu e veio a óbito. O sepultamento da irmã Telma ocorreu na manhã de quarta-feira no Cemitério Nossa Sra. da Conceição, com uma breve oração exequial presidida por dom Mário Antônio da Silva, bispo de Roraima.

O cortejo percorreu diferentes comunidades da Área Missionária São Raimundo Nonato, de Boa Vista, onde a irmã Telma estava presente juntamente com a irmã Pedrina.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
4
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!