PUBLICIDADE
SAÚDE MUNICIPAL
Vereadora crítica emendas rejeitadas
A demanda é importante para suprimir a falta de um médico patologista e ginecologista na saúde municipal
Por Folha Web
Em 16/05/2019 às 18:26
De acordo com a vereadora Dra. Magnólia, a temática é importante para suprimir a falta de um  médico patologista e ginecologista na saúde municipal (Foto: Divulgação)

Duas emendas foram rejeitadas na Câmara Municipal de vereadores nessa quinta-feira (16). De acordo com a vereadora Dra. Magnólia, a temática é importante para suprimir a falta de um  médico patologista e ginecologista na saúde municipal.

“Uma vez que a rede de saúde ainda não dispõe dos equipamentos necessários para o médico exercer suas atribuições, o Projeto de Lei objetiva suprir necessidades emergenciais e este cargo já está contemplado no PCCR do município, portanto poderia ter sido suprimido e no lugar dele entraria um ginecologista obstetra para atender. Dessa forma não tem nem impacto orçamentário como foi alegado” explicou.

Outra emenda sugerida foi à redução de vagas para médicos clínicos. “Com a redução, haveria a possibilidade de se criar uma vaga a mais para o ginecologista, sem alterar o orçamento. Esta quantidade ainda é insuficiente. Falta de compromisso com o povo e principalmente com a saúde das mulheres. Políticas públicas para mulheres na saúde, sem prioridade neste município” disse.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!