PUBLICIDADE
DIA DOS PAIS
Detentos beneficiados com ‘saidinha’ são presos com arma de fogo
Por João Barros
Em 13/08/2019 às 00:10
A arma de fogo tipo pistola e mais oito munições foram apreendidas com a dupla (Foto: Divulgação )

Na tarde do domingo, 11, dois detentos do sistema prisional de Roraima, identificados como Francisco da Silva Menezes, de 26 anos e Jeanderson Morais Rodrigues, 23 anos, que estavam na condição de beneficiados pela saída temporária do dia dos pais, foram presos em posse de uma arma de fogo que, segundo a Polícia, parece ter sido montada por eles. No momento da abordagem, ambos estavam dentro de um salão de beleza que fica na Avenida dos Imigrantes, bairro Caimbé.

Segundo as informações coletadas na Central de Flagrantes do 5o DP, a denúncia partiu de populares que afirmaram ter visto os presidiários abastecendo o automóvel Fiat/Pálio, cor prata, num posto de combustível que fica na Avenida Ataíde Teive, próximo à Feira do Garimpeiro, também no bairro Caimbé, e que eles estariam em posse de uma arma de fogo e usando entorpecentes no interior do veículo.

PUBLICIDADE

A partir daí, as guarnições iniciaram buscas pelas imediações e uma equipe da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito Urbano e Rural (Ciptur) conseguiu localizar os suspeitos dentro do salão de beleza, cujo responsável é um homem de origem venezuelana. Durante a revista nos detentos, nada foi localizado, assim como dentro do carro, mas no interior do ponto comercial, a arma foi encontrada e estava enrolada na camisa de Francisco Menezes.

Em consulta à Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), confirmou-se que os dois sujeitos haviam sido soltos há três dias para passar o dia dos pais com seus familiares. A equipe policial percebeu que a arma estava com numeração raspada e alimentada com oito munições. Os detentos receberam voz de prisão, foram algemados e conduzidos à Central de Flagrantes juntamente com o proprietário do salão que precisou esclarecer o motivo de ter deixado os dois homens esconderem a arma em seu estabelecimento comercial.

A delegada de plantão ouviu os elementos e considerou a contundência das provas, lavrando contra eles o Auto de Prisão em Flagrante (APF). A dupla foi encaminhada para audiência de custódia na manhã de ontem, 12, a fim de que a Justiça decida sobre a conduta criminosa dos sujeitos. (J.B)

***
Gostou?
5
1
BELSEN disse: Em 13/08/2019 às 09:40:21

"Toda vez a mesma coisa,mas mesmo com esta conduta delituosa,a lei benefícia o MAL em detrimento do BEM.Ou muda-se as leis ou melhor soltar os delinquentes de uma vez."

Damiao disse: Em 13/08/2019 às 07:56:55

"Liberar eles no Natal também Justiça, pois eles precisam fazer compras também. "

SANTOS disse: Em 13/08/2019 às 07:29:47

"- Enquanto o sistema continuar concedendo benesses a quem não demonstre, tácitamente, sinais claros de possibilidades de regeneração, fatos como este continuarão acontecendo. Os critérios para esses benefícios, começando pela progressão de pena, de há muito carecem de reavaliação."