PUBLICIDADE
POR MAIOR MARGEM
Pequenas e médias empresas apostam em sistema ERP
Brasil é o país da América Latina que mais aposta em tecnologia na nuvem
Por Folha Web
Em 05/06/2019 às 16:00
(Crédito: Divulgação)

Companhias de pequeno e médio porte precisam de sistemas práticos para otimizar processos do dia a dia, como estoque, venda de produtos, emissão de nota fiscal e outras tarefas mais burocráticas. Por este motivo, investem em softwares de ERP (Enterprise Resource Planning) para administrar e centralizar todas essas atividades complexas e por vezes tediosas. O mercado de ERP para empresas é tão promissor que, de acordo com a MarketWatch – empresa de análises financeiras –, até 2022, a venda desses softwares chegará a um montante de US$ 47 bilhões.

Como as pequenas e médias empresas nem sempre possuem uma estrutura física robusta, uma alternativa é apostar em sistemas de ERP na nuvem (online). Eles são rentáveis à medida em que não se faz necessária uma infraestrutura de tecnologia da informação (TI), com computadores e demais dispositivos físicos para o armazenamento de arquivos. Tudo é feito online – do cadastro de informações ao gerenciamento e organização de dados.

Essas ferramentas possibilitam maior controle financeiro e liberam os profissionais para a execução de outras tarefas. O resultado é maximizado por meio de um bom atendimento ao cliente e um controle minucioso do estoque e da venda de produtos. O fato de armazenar, gerenciar e processar dados por meio da internet, e não com a ajuda de um computador local, também libera espaço físico para outras tarefas, além de tornar a operação mais segura, resguardando a privacidade dos clientes.

Nos últimos anos, essa tecnologia de computação em nuvem (cloud computing) tem ganhado cada vez mais investimento por empresas brasileiras. De acordo com o estudo "Desempenho Global sobre Computação em Nuvem", feito pela BSA com 24 países que lideram o mercado de Tecnologia da Informação (TI) mundial, o Brasil saiu da 22ª posição, em 2016, para a 18ª, em 2018, nesse mercado.

Segundo pesquisa do IDC, líder em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações, o Brasil é o país da América Latina que mais aposta em tecnologia na nuvem. Só em 2018, 57% das empresas do país já direcionaram seus investimentos em TI para essa área. Durante 2019, o setor de TI crescerá a uma taxa de 8,2% em dólares constantes.

O investimento em tecnologia da informação reflete o anseio das companhias em otimizar os processos e aumentar a produtividade por meio de ferramentas como o ERP online. De acordo com a IDC, os gastos com os pilares da Terceira Plataforma (mobilidade, nuvem, big data e mídias sociais) captarão aproximadamente metade do orçamento e crescerão, em média, 5% neste ano.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!