Policiais militares doam bola e incentivam crianças à prática de esportes - Folha de Boa Vista
POLÍCIA CIDADÃ
Policiais militares doam bola e incentivam crianças à prática de esportes
O vídeo repercutiu nas redes sociais
Por Folha Web
Em 14/10/2021 às 17:38
Soldado Rafael Santana e o 2º sargento Paulo Faustino tiveram uma atitude que orgulhou a corporação (Foto: Arquivo pessoal)

Dois policiais militares tiveram uma atitude que chamou a atenção da população de Alto Alegre e das redes sociais. Nessa quarta-feira, 13, eles doaram uma bola para crianças da Vila Reislândia e incentivaram a prática de esporte na comunidade. (Veja o vídeo ao final da matéria)

O 2º sargento Paulo Faustino, acompanhado do soldado Rafael Santana dizem que tomaram a iniciativa após terem visto as crianças jogando futebol com uma bola muito velha e rasgada.

“Semana passada fazendo patrulha na vila do paredão, nós percebemos várias crianças jogando bola, e a bola deles estava muito velha. E rapidamente surgiu a ideia de fazer a doação de uma bola nova para esses meninos, porque enquanto eles estão jogando bola não estão se envolvendo com tráfico ou facções”, disse o soldado Santana.

Ainda segundo ele, é importante estar perto das crianças as incentivando a praticar esportes para mantê-las longe do crime. “A gente percebe o envolvimento muito forte de adolescentes e crianças com facções e com o tráfico. E por isso decidimos doar a bola para os meninos e dar uma palestra explicando a importância de eles irem a escola e praticarem esportes, falando que a Polícia é parceira deles e que estamos ali pra ajudá-los e aconselhá-los”, completou Santana.

Para o sargento Faustino que está há 18 anos na Polícia Militar, esse tipo de ação é um dos pilares da profissão. “Nos meus 18 anos de corporação, já vi muito jovem envolvido com facções criminosas e com drogas, são influenciados desde crianças. Ao ver esses jovens envolvidos com coisas erradas, penso logo nos meus filhos e isso me emociona muito”, contou.

O sargento disse que ficou surpreso com a repercussão nas redes sociais. “Nós não sabíamos do impacto que esse vídeo causaria na sociedade, mas é bom para que outras pessoas olhem com outros olhos para essas crianças pois elas são o nosso futuro. Se nós incentivamos elas a praticarem esportes e se ocuparem com coisas produtivas, elas jamais se envolverão com o mundo do crime", finalizou.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
6
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!