VIOLÊNCIA URBANA
Cliente tenta matar travesti por suposto roubo
De origem venezuelana, o profissional do sexo alega que homem o confundiu com outro; O caso foi parar no 5º DP
Por Folha Web
Em 15/04/2018 às 16:30
As mãos do travesti ficaram feridas após agressor tentar golpeá-lo com faca (Foto: Hione Nunes)

Um travesti venezuelano de 21 anos viveu momentos de terror ao sofrer uma tentativa de homicídio na madrugada deste domingo, 15. Segundo ele, um homem, que não teve a identidade revelada, o teria confundido com outro profissional do sexo.

Natural da cidade de Barcelona, capital do Estado de Anzoátegui, ele contou que chegou a Roraima a cerca de duas semanas e que todas as noites sai para trabalhar em uma esquina que fica no bairro Caimbé, zona Oeste da capital.

“No local onde trabalho, há muitos outros travestis com a mesma nacionalidade que a minha, mas eu não os conheço, pois estou a pouco tempo na cidade. Esse homem me chagou para dentro do carro e disse que queria os meus serviços. Nunca imaginei que ele pudesse tentar fazer o que fez”, relatou.

Dentro do veículo, o profissional do sexo acabou tendo uma surpresa desagradável. Em tom de ameaça, o homem afirmava que ele o teria roubado e que por isso o mataria e esquartejaria o seu corpo, retirando uma faca de um dos compartimentos do carro.

“Ele gritava alto que iria me matar, porque eu o havia roubado. Eu falava para ele que estava enganado, que não havia sido eu. Nunca o tinha visto na minha vida, nunca roubei ninguém”, relatou.

Para evitar que os golpes atingissem o seu rosto, o travesti colocava as mãos para se defender, sofrendo assim alguns cortes. A cena foi vista por um taxista que passava pelo local. De imediato, ele ligou para a Polícia Militar (PM), que levou ambos para a Central de Flagrantes do 5º Distrito Policial.

Após ser ouvido, o travesti foi liberado. Já o agressor deverá passar por audiência de custódia.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!