PUBLICIDADE
NO INTERIOR DO ESTADO
Comissão de Educação vai investigar condições de escolas
Por Folha Web
Em 16/05/2019 às 01:33
A equipe técnica vai contatar as escolas na área rural e comunidades indígenas para verificar se há estrutura adequada para retorno das aulas (Foto: Ascom Ale)

Após o anúncio do Governo do Estado de que as aulas retornariam nesta quarta-feira, 15, nas escolas do Interior do Estado, a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Roraima vai investigar se a informação procede e se as instituições de ensino apresentam condições para receber os alunos.

A medida foi definida na reunião da comissão realizada ontem. Ficou definido que uma equipe técnica vai entrar em contato com as escolas do interior e das comunidades indígenas para averiguar se realmente as aulas foram retomadas, além de apurar como está a alimentação, se há professores, material pedagógico e transporte para os estudantes.

"A assessoria técnica vai contatar, de forma individual, para saber se de fato as escolas têm condições para que as aulas transcorram dentro da normalidade", explicou o presidente da Comissão, Evangelista Siqueira (PT).

RELATÓRIO – Na reunião, foi apresentado o relatório com as demandas da educação, levantadas após conversa da comissão com representantes do Sinter (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Roraima) e Secretaria Estadual de Educação (Seed). 

"O relatório deixa bem claro a omissão do poder público, de não ter fornecido as informações que solicitamos. Nós não vamos nos calar diante do prejuízo intelectual dos estudantes diante do atraso das aulas", afirmou a relatora da comissão, Lenir Rodrigues (Cidadania).

Evangelista Siqueira informou que o relatório será encaminhado para a Mesa Diretora, e destaca que mesmo com o retorno das aulas, a Seed não ficará isenta dos prejuízos causados aos alunos que ficaram vários dias sem aulas.

Além disso, a comissão vai convidar o presidente da Associação do Transporte Escolar de Roraima para prestar esclarecimentos sobre o retorno do serviço. O encontro está previsto para a quinta-feira, 16, às 10h30, depois da sessão plenária.

Mirian disse: Em 16/05/2019 às 17:33:26

"Parabéns e investiguem também e se vão iniciar com o quadro completo de professores, se tem merenda mesmo ou os gestores estão comprando suco de pacote com bolacha, e não deixem ter aula aos feriados e aos sábados não, as aulas tem que ir até 2020 para ter uma educação de qualidade, esse negócio de fingir dar aula não funciona, aulas aos sábados e feriados é pura bucha."

Pandora disse: Em 16/05/2019 às 17:27:18

"Essa comissão vai por o pé na lama mesmo?Porque se for só ligar para os gestores não vai dar em nada porque eles vão dizer que está tudo bem e não está, vai faltar professor que já estou sabendo."

Ravena disse: Em 16/05/2019 às 17:21:53

"Tem que ir pessoalmente verificar se o quadro de professores está completo, porque os professores seletivados que há anos já conhecem a realidade de vagas necessárias sabem, que a 1ª chamada desses profissionais não será suficiente para atender os alunos, no entanto, a secretaria insiste em chamar metade das necessidades para economizar dinheiro .Porque não são os filhos dos políticos que estão sendo prejudicados, os filhos deles estão estudando em escolas particulares ou fora do país desde fevereiro e os filhos dos pobres com esse atraso, e quando inicia, ainda vai faltar professor porque querem economizar, fala sério."

Davi zero esquerda disse: Em 16/05/2019 às 07:50:43

"So não vai botar a Deputada Ione Pedroso nessa Comissão que ai vai ser sacanagem ne!"

PUBLICIDADE