PUBLICIDADE
ATO NACIONAL
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
Mobilização ocorre em alusão à um movimento nacional que inicia amanhã em Brasília
Por Folha Web
Em 23/04/2019 às 17:44
A defesa do meio ambiente é uma das pautas da manifestação (Foto: Priscilla Torres / FolhaBV)

As comunidades indígenas de Roraima participaram nesta terça-feira, 23, de ato em alusão ao 15º Acampamento Terra Livre (ATL), um movimento nacional em defesa dos direitos dos povos indígenas.

Em Roraima, centenas de indígenas se concentraram na Praça do Centro Cívico, onde os manifestantes caminharam pacificamente com placas e cartazes pedindo por uma saúde de maior qualidade para os povos indígenas, contra a mineração das terras e em favor ao meio ambiente. Um dos gritos de guerra clamava por “nenhum direito à menos”

A pauta também é contrária à algumas atitudes cometidas pela gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), entre elas, a edição da MP 870 que mudou as atribuições de demarcação de terras indígenas e licenciamento ambiental da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“O nosso território está sendo visto como uma riqueza, mas não é para nós. Eles não estão com esse pensamento. E acredito que cada um de vocês sabe que não é para o nosso desenvolvimento, é para a nossa destruição. Destruir o que a gente defende todos os dias: que a nossa Mãe Natureza é o nosso bem viver. A nossa bandeira de luta sempre foi a luta pelo nosso território e a saúde e educação vem junto”, informou uma manifestante.

ATL - O Conselho Indígena de Roraima (CIR) informou que a ação faz parte da maior mobilização indígena do país que inicia a partir de amanhã em Brasília. A informação é que ao menos 20 lideranças indígenas do Estado também vão participar da ação.

O ato nacional acontece nos dias 24 a 26 de abril. A programação consiste em atos, vigílias, cantos, danças e rituais no Supremo Tribunal Federal (STF) e participação de audiência pública na Câmara dos Deputados e outras atividades.

Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
As comunidades indígenas de Roraima participaram nesta terça-feira, 23, de ato em alusão ao 15º Acampamento Terra Livre (ATL).
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
Um movimento nacional em defesa dos direitos dos povos indígenas.
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
Em Roraima, centenas de indígenas se concentraram na Praça do Centro Cívico, onde os manifestantes caminharam pacificamente com placas e cartazes pedindo por uma saúde de maior qualidade para os povos indígenas, contra a mineração das terras e em favor ao meio ambiente.
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
Um dos gritos de guerra clamava por “nenhum direito à menos”
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
A pauta também é contrária à algumas atitudes cometidas pela gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
entre elas, a edição da MP 870 que mudou as atribuições de demarcação de terras indígenas e licenciamento ambiental da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
“O nosso território está sendo visto como uma riqueza, mas não é para nós. Eles não estão com esse pensamento.
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
E acredito que cada um de vocês sabe que não é para o nosso desenvolvimento, é para a nossa destruição.
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
Destruir o que a gente defende todos os dias: que a nossa Mãe Natureza é o nosso bem viver.
Comunidades manifestam por direitos aos povos indígenas
A nossa bandeira de luta sempre foi a luta pelo nosso território e a saúde e educação vem junto”, informou uma manifestante.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!