PUBLICIDADE
SAÚDE DA MULHER
DIU pode ser indicado para tratamento de endometriose
DIU significa dispositivo intra-uterino e se refere ao método contraceptivo
Por Raisa Carvalho
Em 05/02/2019 às 00:04
A ginecologista Emilia Alexandrino tira dúvidas sobre o ‘Diu’ (Foto: Arquivo/Folha BV)

O DIU significa dispositivo intra-uterino e funciona como um método contraceptivo. De acordo com a ginecologista Emilia Alexandrino, o objeto tem forma de Y é colocada dentro do útero e pode auxiliar no tratamento para a endometriose. As chances de se engravidar usando o DIU são baixas: 0,2% para o DIU de Mirena e 0,7% para o DIU de cobre.

“Existem dois tipos de DIU, o de Mirena e o de cobre, ambos impedem a gravidez, fazendo com que a mulher fique sem menstruar, ele se a aclopa bem a algumas pacientes, principalmente aquelas que tem o fluxo menstrual muito intenso, e sofrem com TPM e cólicas e são portadoras de endometriose inicial” explica a médica.

Segundo ela, o método contraceptivo irá atuar como parte do tratamento. “É uma boa opção porque a paciente vai ficar sem menstruar fazendo com que a doença não progrida” reforça.

PUBLICIDADE

Segundo a médica, o método pode ser usado inclusive para adolescente.

Existem dois tipos de DIU, o de Mirena e o de cobre (Foto: Divulgação)

“Já existe um programa do ministério da Saúde que disponibiliza o Diu. Mas é preciso sempre fazer o controle e manutenção do método, acompanhado do seu médico e exigir uma ultrassonografia prévia para saber a forma do uso e a posição uterina do paciente. Principalmente se tem ou não alguma doença associada e qual é o tamanho do útero” relata.

Endometriose

Esta pequena haste fica por um tempo dentro do útero (Foto: Divulgação)

A endometriose é uma doença especificamente das mulheres que pode ocorrer desde a sua primeira menstruação até a menopausa. Na menstruação, células de endométrio implantadas anormalmente entre as fibras musculares do útero ou na pelve  se inflamam trazendo dor e irritação local e suas complicações.

Assista à versão em vídeo da página de Saúde:

***
Gostou?
0
1
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!