Dicas para fortalecer a alimentação e afastar os males típicos dessa época - Folha de Boa Vista
DOENÇAS DO INVERNO
Dicas para fortalecer a alimentação e afastar os males típicos dessa época
Por Folha Web
Em 27/06/2017 às 00:23
Foto: Divulgação

O inverno é uma época em que todos ficam atentos a uma preocupação em comum: as doenças típicas do período. Nessa época, vários fatores deixam o organismo mais vulnerável a gripes, resfriados e outros problemas respiratórios.

De acordo com a nutricionista Andressa Dabela, alguns alimentos são, de fato, fortes aliados na prevenção de gripes e resfriados. Porém, para alcançar tal benefício, é preciso inseri-los corretamente na dieta.

Bebidas como chás, além de sopas e canjas são alguns que não podem faltar no cardápio de quem enfrenta essas doenças. “Na verdade, além de dar aquela sensação gostosa de conforto e relaxamento, alimentos quentes repõem os líquidos perdidos quando produzimos muita secreção”, relatou.

Porém, são as vitaminas que fazem o papel principal de aumentar a imunidade. Não é a toa que esse nutriente é um dos mais falados quando o assunto é gripe: o ácido ascórbico, nome “químico” da vitamina C, auxilia na proliferação dos glóbulos brancos – células que utilizam a corrente sanguínea para monitorar o corpo, procurando sinais de invasores.

“Os alimentos ricos em vitamina C são camu-camu, acerola, laranja, limão, pimentão, goiaba, kiwi, Goji berry e caju. Eles realmente ajudam no combate às doenças porque aumentam a produção de glóbulos brancos e anticorpos em nosso organismo”, explicou.

Receitas caseiras como alho, mel e limão, gengibre devem ser utilizadas durante resfriados. “O alho é um potente antibacteriano, antifúngico, juntamente com o limão e mel potencializam o efeito de combater vírus e bactérias. Portanto, devem sim, ser utilizados para reforçar ainda mais a imunidade”.

Confira alguns desses nutrientes e onde encontrá-los:

Afastando infecções – vitamina A

Neste âmbito, a vitamina A é fundamental: ela ajuda a produzir muco e a manter essas estruturas íntegras, facilitando o trabalho das células de defesa.

Este nutriente também é relevante na fagocitose, um processo da resposta imune que isola o microrganismo invasor, exterminando-o. A carência dessa vitamina está relacionada, inclusive, a infecções de repetição.

Fontes do nutriente: “Alimentos de coloração amarelo-alaranjado como a cenoura, o mamão, a manga, o pêssego e o caqui são ricos em vitamina A. O nutriente também está presente no alho, cravo-da-índia, espinafre e vegetais folhosos verde-escuros”.

Ampliando o contingente – Vitamina B6

A piridoxina, também conhecida como Vitamina B6 é capaz, dentre outras coisas, de aumentar o número de linfócitos – essas células são fundamentais para resposta imune, pois agem como verdadeiros “vigias”. São elas as responsáveis por reconhecer agentes infecciosos e, a partir daí, alertar todo o organismo, acionando uma reação adequada para aquele patógeno.

Fontes do nutriente: o bife de fígado é uma das melhores fontes de vitamina B6, porém também é possível encontrar o nutriente em cereais como o levedo de cerveja, arroz integral e gérmen de trigo. Peixes como o atum e o salmão também são boas alternativas, pois, além do nutriente, possuem Ômega 3, um ácido graxo famoso por seu poder antioxidante.

Aumentando a resistência a inflamações – Vitamina C

Por facilitar a proliferação de anticorpos, seu aporte adequado aumenta a resistência a inflamações. Além disso, por também ser um antioxidante, combate a ação prejudicial dos radicais livres. Fontes do nutriente: frutas cítricas como o kiwi, acerola, o limão e a famosa laranja. Porém, existem fontes, além das frutas, como a couve, o brócolis, o agrião e, até mesmo, o pimentão”.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!