"Pix Falso' Estelionatários são detidos após mais de R$ 6 mil em golpes - Folha de Boa Vista
EM RORAIMA
"Pix Falso' Estelionatários são detidos após mais de R$ 6 mil em golpes
Tecnologia na hora de realizar pagamentos tem chamado a atenção de golpistas, que encontram brechas para realizar crimes por meio de falsos comprovantes de pagamento
Por Cyneida Correia
Em 19/06/2022 às 08:30

Apesar do sistema brasileiro de pagamento instantâneo, o Pix, ser um sucesso por conta da facilidade e rapidez em pagamentos, não demorou para virar ferramentas nas mãos de criminosos que encontram brechas para aplicar golpes. 

O empresário Laercio Gentil testemunhou neste sábado no 5 distrito policial, a condução de dois estelionatários acostumados a aplicar esses golpes.

"O sentimento que fica é o de revolta. Infelizmente, é um sacrifício manter uma loja aberta com tantas despesas e dificuldades que estamos passando nessa crise no Brasil. Agora, o que nos resta é orientar os comerciantes a só realizar a entrega de produtos pagos via Pix, mediante a autorização do proprietário da loja, após a confirmação do dinheiro na conta da empresa e sem confiar em comprovantes enviados pelo WhatsApp", explica.

A modalidade mais usada pelos bandidos é a do comprovante de Pix falso. Os supostos clientes solicitam via Whatsapp, o orçamento do produto, enviam o comprovante de pagamento, mas o dinheiro não cai na conta.

“O que que acontece é que a tecnologia trouxe facilidade, né? Para as pessoas e também para o lado ruim também, né? Hoje existem muitos golpes aí que estão avançando tecnologicamente e um deles é o golpe do Pix falso né?’, explicou Laercio.

Ele denunciou que alguns lojistas foram atacados com o golpe do pix falso por clientes mal-intencionados.

“Não posso nem chamar de cliente, mas o cidadão mal-intencionado tem técnicas de enganar esses lojistas e estão produzindo comprovantes falsificados e usando contra a inocência do lojista, que se não conferir a conta dele para garantir que o Pix caiu, acaba caindo num golpe” 

Quando o empresário questiona, eles dão desculpas. ‘Ah não, tô sem dinheiro aqui, me manda a chave Pix’ ou ‘Perdi o cartão, me manda a chave PIX que eu transfiro’. Só que aí na hora de passar a chave essas pessoas que fazem esses pedidos não pagavam. Percebendo isso a gente pegou com os lojistas, o contato desse cidadão que mandava o comprovante via WhatsApp mas o dinheiro não estava na conta. E acionamos imediatamente a polícia militar que foi até o local e identificou os suspeitos”

Laercio explicou que descobriu que esse casal atuava em conjunto com outras pessoas com o objetivo de enganar os empresários e obter vantagem. 

“A gente sempre reforça pros lojistas que é preciso ter segurança nas transações, que precisa abrir a conta corrente pra conferir que a transação de fato foi realizada, né? Ele pega na maquininha é gerado QR Code, escaneia faz o pagamento e a maquininha imprime o que foi pago. Consideramos estelionato, mas os criminosos estão aqui na delegacia, estão sendo ouvidos e eu acredito que a polícia civil vai seguir com as investigações” explicou.

Como agir se você for vítima

Se mesmo com todos os cuidados, a pessoa acabar sendo vítima de golpe, a recomendação das especialistas é elaborar o boletim de ocorrência o mais rápido, apresentando o máximo de provas e detalhes que puder. O BO pode ser feito de forma online, sem necessidade de comparecer a uma delegacia de polícia. 

O próximo passo é entrar em contato com o banco ou instituição financeira para buscar meios de ter o seu dinheiro restituído e evitar que mais pessoas se tornem vítimas. 

Dicas para evitar cair em golpes do Pix


- Estabeleça um limite diário para transferência via Pix no app ou site oficial do seu banco;
- Realize transações somente no app ou site oficial do seu banco;
- Certifique-se que o site do banco ou da loja que você está navegando é o correto;
- Confira se o site em que está navegando é seguro clicando no cadeado que fica ao lado da barra de endereço do navegador;
- Não clique em links ou baixe arquivos de e-mails suspeitos. Confira se o e-mail possui um domínio confiável. Em caso de dúvida, procure um canal de comunicação oficial;
- Não realize transações financeiras quando estiver conectado em redes públicas como de shoppings e restaurantes;
- Ao divulgar sua chave Pix para pessoas e empresas que você não tem relação de confiança, prefira informar a chave aleatória;
- Ative a autenticação de duas etapas em todos os aplicativos e redes sociais que oferecerem a opção.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!