PUBLICIDADE
JOGOS ESCOLARES
Governo compra 60 passagens e deixa equipes de fora
Das 16 equipes campeãs de quatro modalidades, apenas oito foram contempladas com as passagens dadas pelo Governo do Estado para participar da Fase Regional dos Jogos Escolares da Juventude
Por Bennison de Santana
Em 11/09/2019 às 00:00
Alunos/atletas não contemplados com as passagens lamentaram o ocorrido. (Foto: Bennison de Santana/Folha BV)

Participar dos Jogos Escolares da Juventude certamente é um dos sonhos de muitos alunos/atletas que iniciam o ano com esse objetivo. Mesmo com o título conquistado nos Jogos Escolares de Roraima, garantindo assim vaga na competição nacional, vários dos estudantes campeões estaduais não irão participar da Regional Verde que começa nesta quarta-feira, 11, em Palmas/TO. De 16 equipes campeãs, apenas oito foram contempladas com as passagens e mais de 100 atletas ficaram de fora. 

Para que todos os campeões das modalidades coletivas (handebol, basquete, voleibol e handebol) fossem para a capital de Tocantins, o total de passagens aéreas compradas seriam de mais de 160.

As quatro modalidade possuem quatro campeões. Duas delas nas categorias mirim (12 a 14 anos) e duas no Infantil (15 a 17 anos) nos naipes masculino e feminino.  Cada equipe é composta por no mínimo dez atletas. 

PUBLICIDADE

O Governo do Estado até o fim dessa terça-feira (10) havia disponibilizado apenas 60.

“Dedicação o ano todo pra não dá em nada”, lamentou um estudante que não quis se identificar. “Treinamos desde o início do ano querendo estar lá [na competição]. Fico triste em saber que só alguns foram selecionados e eu e meus colegas não”, disse outro. 

De acordo com um dos pais que procurou a reportagem, não ficou claro o critério utilizado pelo IDR (Instituto de Desportos de Roraima) para escolhas das instituições de ensino contempladas e que isso tem abalado alguns dos alunos/atletas. 

“Por que algumas escolas e não todas? Todos treinam e não é de hoje, são sonhos, tem nosso gasto por trás disso e no fim não viajar é frustrante”, comentou. 

Até às 15h30 de ontem, existia uma esperança por parte de alunos de que todas as equipes fossem contempladas, mas até o horário mencionado, nem as equipes selecionadas tinham confirmadas as passagens. A confirmação veio por volta das 16h e beneficiou apenas parte dos estudantes. 

Segundo informações da Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, os times estudantis contemplados foram: Handebol Feminino Mirim da Escola Monteiro Lobato, Voleibol Feminino Mirim da Escola Tancredo Neves, Voleibol Masculino Mirim da Escola Monteiro Lobato.

E ainda, a equipe de Futsal Masculino Infantil do IFRR, Voleibol Feminino Infantil da Escola Estadual Camilo Dias e Voleibol Masculino Infantil da Escola Estadual Gonçalves Dias e Futsal Masculino Mirim da Escola Euclides da Cunha.

Sem o apoio do Governo do Estado, duas escolas particulares bancaram as passagens de seus atletas, sendo duas equipes de basquete e uma de handebol. 

A Fase Regional Verde dos Jogos Escolares da Juventude começa nesta quarta-feira, 11, e segue até o dia 15 em Palmas/TO. A disputa estudantil reunirá as equipes das modalidades coletivas de todos os estados da Região Norte além do Distrito Federal e Mato Grosso.

OUTRO LADO – A Secretaria de Estado de Educação, por meio de nota, informou que vive um ano atípico com grandes restrições orçamentárias herdadas de gestões anteriores e que vem enfrentando e superando desafios de toda ordem para promover uma Educação real e de qualidade. A nota de esclarecimento enviado a reportagem afirma ainda que "a fase regional dos Jogos Escolares também será proporcionada dentro de certas limitações, sendo possível encaminhar parte da Delegação de Roraima, realidade esta que não difere de outros estados e que a definição dos times participantes foi realizada com critérios estabelecidos pelo IDRR (Instituto de Desporto de Roraima), setor responsável pela coordenação do desporto escolar. Sendo assim, o Estado de Roraima enviará uma Delegação formada por 60 integrantes".

***
Gostou?
1
11
Leonardo disse: Em 12/09/2019 às 13:35:21

"Infelizmente só balela como resposta por parte desse governo. Desde o início do ano que se sabe os gastos que virão após os jogos escolares, com as outras duas fases (fase regional e fase nacional). Não fazem nada por que não há interesse no esporte e nem sabem o trabalho que dar para colocar esses jovens na quadra para treinar sem apoio nenhum do Estado, diga-se de passagem. O que tem ser feito é criar a SECRETARIA DE ESPORTE. Aí sim, haverá valor ao esporte local... RORAIMA é o único Estado da Federação que não tem uma secretaria voltada para o esporte. Enquanto não tratarem o esporte com prioridade, sempre haverá essas desculpas. "

Mãe de atleta disse: Em 11/09/2019 às 09:38:57

"Como mãe de atleta vencedor nos jogos escolares de Roraima, sinto-me na obrigação de expressar minha indignação com o descaso desse governo em relação ao direito dessas crianças e adolescentes. Enquanto ensinamos aos nossos filhos que temos que cumprir com o que prometemos, vem esse governo, e sem se importar com o dano que pode causar, joga fora o trabalho e dedicação de meses. Nossos filhos estão em escola particular porque são bolsistas e quem está custeando a ida deles são os pais com a ajuda de amigos e familiares, e ainda não temos as passagens completas para o retorno dos mesmos. Há de se apurar pois a verba era federal, específica e dava para custear a ida de todos os atletas que conquistaram o direito de representar o Estado."

Ailton Araújo disse: Em 11/09/2019 às 09:16:57

"É uma pena este banho de água fria em jovens que buscam no esporte sua realização profissional e as vezes fugir da marginalidade."

Mamão Moçambique disse: Em 11/09/2019 às 08:39:09

"Essa verba é federal, da Lei Pelé, específica para este fim. Então, seria interessante se pudéssemos saber: 1. Quanto a Lei Pelé destinou para Roraima em 2019? 2. Quanto havia no total (resíduo de 2018 + dotação de 2019)? 3. Quanto foi pago por passagem nessa compra? 4. Quanto seria pago se a compra tivesse sido a 15 dias? 5. Qual a diferença de valor de custos de passagem praticada pela agência de viagens licitada pelo governo do estado (Trevo, de Manaus) e do mercado? Também dá uma fuçadinha nos cargos de administradores dos parques aquáticos de Roraima. Quem são e o que fazem? Desse e de anos anteriores."