PUBLICIDADE
SOLIDARIEDADE
Empresário vira voluntário para acolher imigrantes em RR
Fundador da rede Wizard, o bilionário Carlos Wizard Martins também tem atuado como interlocutor da Casa Civil, auxiliando o órgão no processo de interiorização de venezuelanos
Por Folha Web
Em 14/05/2019 às 11:10
Carlos Wizard está atuando no apoio ao imigrante venezuelano em Roraima desde agosto de 2018 (Foto: Divulgação)

A generosidade de um dos maiores empresários do país está repercutindo na mídia nacional esta semana. O bilionário Carlos Wizard Martins, 62, fundador da rede de idiomas Wizard, está desde agosto do ano passado em Roraima, atuando em ações de acolhimento a imigrantes venezuelanos que entram no país por meio da fronteira de Pacaraima.

De acordo com publicação do jornal O Globo, a ida de Wizard ao Estado foi designada pela Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja dos Mórmons, da qual faz parte.

Juntamente com a esposa, Vânia Martins, 60, ele faz a recepção aos imigrantes por meio de uma base de atendimento montada na Rodoviária Internacional de Boa Vista, situada no bairro Treze de Setembro, na capital.

PUBLICIDADE

"É uma situação inteiramente nova. Não tinha nenhum contato, até então. Com isso, vivemos todos os dias histórias bem emocionantes. Um dos casos que me lembro bem foi quando demos um lanche para um senhor que havia acabado de cruzar a fronteira.  Ao ver a maçã que estava no kit, ele começou a chorar. Disse que não via uma maçã há três anos", comentou o empresário.

Wizard também auxiliado em algumas das ações do chamado processo de interiorização, que é realizado atualmente pela Operação Acolhida. Em dezembro de 2018 ele fretou um voo com 118 lugares para levar assistidos para outras cidades do país. Ele também tem atuado com interlocutor da Casa Civil, tendo constante diálogo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"Por meio desse programa de acolhimento, costuramos um acordo com a Casa Civil e as companhias aéreas. Elas transportam, a título de cortesia, essas famílias de Roraima para outros Estados do Brasil", ressaltou.

*INFORMAÇÕES: Jornal O Globo.

***
Gostou?
12
12
Rildo Lopes disse: Em 14/05/2019 às 21:43:46

"Pq não se vê esse tipo de atitude para os brasileiros que precisam? Mas vejo que até nós brasileiros não nos ajudamos, pois ajudamos os de fora...e fechamos os olhos para dentro. Só penso que, se existissem essas ações para o Brasil, teria mais brasileiros ajudando e o país comportaria qualquer nacionalidade necessitada "

Davyd disse: Em 14/05/2019 às 14:04:53

"que noticia boa, são essas noticias que fazem acreditar que ainda existem pessoas boas nesse mundo tão cheio de maldades e hipocrisia. Que Deus possa abençoa-lo grandemente."