CRISE ENERGÉTICA
Energia durante o dia é de Termelétricas; Guri funciona à noite
Desde o dia 16 de setembro, termelétricas estão em fase de teste e sistema Eletrobras ainda está se adequando
Por Raisa Carvalho
Em 10/10/2018 às 08:50
Presidente da Eletrobras Roraima, Anselmo Brasil: “As quedas de energia não foram falhas no funcionamento da termelétrica, mas na operação do nosso sistema da Eletrobras” (Foto:Wenderson Cabral)

Depois de um período sem quedas de energia, Roraima voltou a viver problemas com apagões. Mais interrupções foram registradas na segunda-feira, 8, e na terça-feira, 9, em Roraima. Os desligamentos duraram cerca de vinte minutos. 

A Eletrobras Distribuição Roraima informou que retomou o serviço do Linhão de Guri pelo período noturno. Até então, o serviço vinha sendo utilizado apenas pelas termelétricas, que agora estão sendo utilizadas durante o dia. O horário foi estipulado de acordo com a manutenção que ocorre nas linhas do país vizinho.

De acordo com o presidente da Eletrobras Roraima, Anselmo Brasil, as termelétricas estão suprindo a demanda da energia em Roraima, porém em fase de testes, ainda ocorre os blecautes.

“As quedas de energia não foram falhas no funcionamento da termelétrica, mas na operação do nosso sistema da Eletrobras. Essas adequações estão sendo realizadas desde o dia 16 de setembro, período em que as quedas de energia foram reduzidas. Porém ainda pode ocorrer algum tipo de problema, já que estamos adequando o uso das termelétricas ao nosso sistema. O que estamos fazendo agora é aprimorar a qualidade dessa distribuição energética”, relatou.

Existem alguns pontos da cidade que deverão ser preservados, regiões próximas a hospitais, prédios públicos e bancos. “O Centro e bairros da proximidade deverão utilizar as cargas principais, caso ocorra alguma queda de energia, ela não irá demorar mais do que alguns minutos. Para isso, existe um corpo de engenheiros que atua com os técnicos do Ministério de Minas e Energia, além do apoio da Eletronorte e do ONS (Operador Nacional do Sistema). É um grupo de trabalho de alta capacitação que vem melhorando bastante o fornecimento da energia em Roraima”, explicou.

O período de teste deve durar ainda por 15 dias. “Nós observamos um padrão no horário das quedas que geralmente ocorriam entre 12h e 15h. Mas quando as termelétricas foram ligadas nesse período elas evitaram as interrupções”, disse.

O presidente relatou a possibilidade de haver uma visita técnica feita pelos funcionários da Eletrobras no país vizinho. “Ainda estamos esperando informações da linha da Venezuela sobre a manutenção e, enquanto isso, temos que ligar as termelétricas. Assim quando essa manutenção for finalizada, nós com o sistema mais ajustado vamos buscar uma forma de operar mais segura e econômica para o nosso país” disse.

***
Gostou?
0
2
SANTOS disse: Em 10/10/2018 às 11:04:32

"- E quando falta energia à noite, a culpa é de quem> Falá sério!!!"

Daniel Felipe Neto disse: Em 10/10/2018 às 09:59:48

"Vamos lá Messias de Jesus, agora é com vc. Comece a trabalhar junto com seu filho que já é Deputado Federal a muito tempo e ainda não resolveu este problema."

Francisca Sonia Freitas Da Silva Silva disse: Em 10/10/2018 às 09:13:45

"Ninguém merece...passo o dia na luta,na hora de descansar não tenho direito por falta de energia.... Isso tá parecendo proposital..."

Manuel disse: Em 10/10/2018 às 08:30:44

"Os grupos geradores trabalhando a noite aquece menos, evita o desgaste mecânico, inclusive o incendio com o calor que esta fazendo."

Paulo Pereira de Carvalho disse: Em 10/10/2018 às 06:16:54

"Ninguém fala do linhao de Tucuruí ?"