PUBLICIDADE
SUSPEITA DE ATENTADO
Escola sofre incêndio na Vila Equador
Esta seria a segunda vez que a escola passa pelo mesmo ocorrido e pais de alunos desconfiam de atentado
Por Tarsira Rodrigues
Em 04/07/2018 às 16:43
O fogo atingiu uma sala onde são guardados os instrumentos musicais da fanfarra da escola, parte da biblioteca e da secretaria escolar, mas ninguém ficou ferido (Fotos: Divulgação)

Pais e mães da vila do Equador, comunidade localizada no município de Rorainópolis, ao Sul de Roraima, pedem mais segurança para escola estadual 1° de Maio, que funciona na região, e sofreu um incêndio na madrugada desta quarta-feira. Conforme a denúncia, esta é a segunda vez que a instituição passa por esse tipo de ocorrência. O fogo atingiu uma sala onde são guardados os instrumentos musicais da fanfarra da escola, parte da biblioteca e da secretaria escolar, mas ninguém ficou ferido.


Segundo a mãe de um aluno, que pediu para não ser identificada, vândalos incendeiam o local e não se preocupam com as crianças e servidores que trabalham na escola. "É um ato ‘puramente criminoso. Graças a Deus não houve feridos, pois esta é a segunda vez que esses bandidos tocam fogo na unidade escolar. Estou pedindo socorro, sou mãe, moro na vila do Equador e quero pedir aos governantes que olhem por nós”, apela a moradora da vila do Equador.   


Segundo informações da Secretaria Estadual de Educação, uma ocorrência foi registrada e o caso deverá ser investigado.  O Corpo de Bombeiros Militar também esteve no local, fez a perícia e o resultado sai em 20 dias.


Nota enviada pela Secretaria de Educação informa que estão sendo analisadas todas as hipóteses entre elas curto circuito, ou incêndio criminoso, que só pode ser comprovado por meio do laudo pericial. Caso tenha ocorrido um ato criminoso, o laudo será levado à Polícia Civil, que iniciará o processo de investigação para identificar eventual culpado.


Uma equipe da Dief (Divisão de Estrutura Física) já foi acionada para fazer o levantamento do prejuízo e do que será necessário para recuperar as estruturas danificadas pelas chamas. A unidade também está dentro do cronograma de revitalização das Escolas Estaduais.  

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!