Escritor indígena recebe prêmio de melhor livro infantil - Folha de Boa Vista
LITERATURA RORAIMENSE
Escritor indígena recebe prêmio de melhor livro infantil
A obra "A Boca da Noite" do escritor Cristino Wapichana irá receber o prêmio de melhor livro para crianças pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ
Por Raisa Carvalho
Em 19/06/2017 às 00:25
Foto: Divulgação

O escritor roraimense Cristino Wapichana irá receber o prêmio de melhor livro para crianças por sua obra "A Boca da Noite" pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ. O livro foi publicado em setembro do ano passado pela Editora ZIT e é ilustrado por Graça Lima, que ganhou o prêmio Alma de Literatura e quatro Jabutis de literatura.

O autor recebe o prêmio nessa quarta-feira, (21), durante a abertura e o lançamento do livro ocorre na quinta-feira, (22), na 17ª edição do Salão FNLIJ do Livro para Crianças e Jovens.

Na história, “A boca da noite” consegue transportar a criança para a realidade dos povos indígenas, que é repleta de beleza, coragem e ensinamentos. O livro também entrou para o catálogo da Feira literária do livro infantil e Juvenil de Bolonha com o selo ‘Altamente Recomendável’ da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

“Antes da publicação, uma de suas ilustrações foi capa do catálogo da Feira literária do livro infantil e Juvenil de Bolonha de 2016, uma das maiores do mundo. A comissão escolhe o melhor livro infantil e juvenil do ano e faz um catálogo em língua inglesa e italiano, e expõe estes livros em um estande dentro da feira”, relata o autor.

Além disso, o autor foi convidado pelo Itamaraty, para participar do Salão Internacional do Livro de Gotemburgo - Suécia, com duas palestras e encontros com crianças.

“Como o livro ganhou um dos principais prêmios, fui convidado para conversar junto com a ilustradora, com professores da rede Municipal de Ensino da cidade do Rio de Janeiro, pela manhã e tarde.

Cristino conta que a obra está sendo adaptada para um espetáculo, para ser apresentado no segundo semestre de 2017, pelo grupo de contação de histórias – Makunaicontos.

Autor

Cristino Wapichana dá vida a personagens que vivem na fauna e flora amazônica em suas obras. Com três livros lançados, “Sapatos trocados”, “O fogo e a onça” e “A onça Lili”, o autor apresenta ao jovem leitor temas sobre a diversidade da cultura indígena.

Para o autor, há grupos de autores envolvidos em levar para todas as sociedades a rica cultura indígena. E, apesar de as histórias serem centenárias, há agora um interesse maior nesse gênero da literatura.

“Todas as histórias levam a gente para um lugar mágico, nos fazem sonhar. Mas quando se trata de animais misteriosos da natureza, lendas, mitos das florestas contados e recontados por velhos sábios e ensinamentos sobre o universo que somente os povos indígenas, dentro de suas aldeias, sabem passar, parece que é tudo mais interessante” relata.

Cristino nasceu em Boa Vista, é compositor premiado, escritor, pesquisador e profere palestras sobre temas indígenas. Atualmente mora no Rio de Janeiro, em 2006, foi premiado no Femucic (Festival de Música da Cidade Canção). Já atuou como professor na Escola de Música de Roraima, coordenou o projeto Canto Indígena de revitalização e resgate cultural wapichana, além do grupo musical Makunaima.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
20
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!