PUBLICIDADE
PRORROGAÇÃO DO PRAZO
Estado pedirá permanência da Força Nacional por mais 90 dias
Por João Barros
Em 12/02/2019 às 00:15
Prazo se encerra neste mês. Atualmente, 120 agentes estão no Estado (Foto: Ascom/Polícia Civil)

A Segurança Pública de Roraima tenta um acordo com o governo federal para pedir a prorrogação do prazo de permanência da Força Nacional no Estado por mais 90 dias. A intenção é que com a presença do reforço policial e a intervenção no Sistema Prisional, se consolidem ações preventivas e repressivas para um combate mais qualificado à criminalidade.

Em 24 de agosto de 2018, a pedido do governo de Roraima e após definição em reunião interministerial, o Ministério da Segurança Pública emitiu a Portaria 128/2018, autorizando o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio ao Estado por 180 dias.

“A ação previa as atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em apoio aos órgãos de segurança pública estaduais”, explicou a Sesp.

A portaria garantiu que a operação teria o apoio logístico do governo do Estado e que o contingente a ser disponibilizado obedeceria ao planejamento definido pelo Ministério da Segurança Pública. Foram encaminhados 120 agentes da Força Nacional. O prazo de permanência deles em Roraima se encerra neste mês, podendo ser prorrogado.

A orientação do governo federal à época é de que efetivo seria dividido entre as operações de apoio ao controle do fluxo migratório, em Pacaraima, Norte do Estado, e as de reforço no patrulhamento em Boa Vista.

O secretário de Segurança, Márcio Amorim, reuniu-se na noite de sábado, 9, com o diretor da Força Nacional, coronel PM Antônio Aginaldo de Oliveira, para tratar da prorrogação do prazo de permanência dos agentes em Roraima.

Participaram também do encontro o chefe do Estado-Maior da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, coronel Duarte Junior, representando o general Márcio Bessa, o comandante geral da Polícia Militar de Roraima, coronel Elias Santana, o tenente-coronel PM Sandro da Costa Gomes e o major PM Paulo Cezar. Também participou da reunião o comandante da Operação Boa Vista Ostensiva, capitão Sousa Neto.

Para Amorim, há um entendimento entre todo o Sistema de Segurança Pública do Estado e o governador Antonio Denarium (PSL) da importância da prorrogação da permanência da Força Nacional em Roraima. O diretor da Força Nacional, coronel Aginaldo de Oliveira, segundo o secretário de Segurança, já sinalizou a extensão do prazo por mais pelo menos 90 dias.

“Roraima vem enfrentando uma grave crise econômica, que tem refletido na segurança pública. Entretanto, a partir de dezembro de 2018, com a intervenção no Sistema Prisional e o reforço da Força Nacional, constatamos que em janeiro houve uma redução da criminalidade. Entendemos com isso que houve uma concentração de esforços que contribuiu para essa redução, como por exemplo, o fortalecimento do trabalho das polícias estaduais, tanto a Civil quanto a Militar, com o apoio das forças federais, sincronizando assim um melhor resultado para o Estado”, disse Márcio Amorim.

Ele informou que Antonio Denarium já solicitou a prorrogação do prazo de permanência dos agentes federais no Estado.

“O governador encaminhou a solicitação ao Ministério da Justiça, pedindo a prorrogação do prazo de permanência da Força Nacional por mais 180 dias. Entendemos que há essa necessidade, vez que ainda enfrentamos questões sociais que requerem uma resposta mais eficiente por parte das forças de Segurança Pública”, afirmou. (J.B)

***
Gostou?
1
0
PUBLICIDADE
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!