Falta de atendimento gera confusão em agência do Banco do Brasil - Folha de Boa Vista
TUMULTO
Falta de atendimento gera confusão em agência do Banco do Brasil
Clientes afirmaram que esperaram por mais de seis horas na fila e não foram atendidos
Por Folha Web
Em 20/02/2018 às 01:49
A equipe da Folha flagrou a confusão na agência bancária (Foto: Nilzete Franco)

A falta de atendimento causou confusão entre clientes e funcionários da agência do Banco do Brasil da Avenida Glaycon de Paiva, no Centro de Boa Vista, ontem, 19. Era dia normal de atendimento, sem pagamento aos aposentados, o que aumenta consideravelmente o movimento na agência, mas, por conta da indisponibilidade dos funcionários em atender os clientes após as 14 horas, horário de fechamento do banco, houve um tumulto.

Alguns clientes relataram à Folha que aguardaram mais de seis horas na fila e não foram atendidos. De acordo com a auxiliar administrativa, Eliane Oliveira, ele chegou à agência por volta das 8 horas da manhã e ficou esperando a vez para ser atendida. Ela relatou que, às 14 horas, os funcionários da agência começaram a ir embora, o que a fez questionar a falta de atendimento e gerou um atrito. “Isso é absurdo. A gente perde o dia, espera mais de seis horas para atendimento e, quando chega certo horário, somos expulsos do banco. Questionei e eles não gostaram. Ser atendida é um direito meu”, afirmou.

Outra cliente, que não quis ser identificada, relatou a mesma situação. “Isso não pode acontecer. É uma falta de respeito com cliente. Esperei o dia todo e, quando deu duas da tarde, os atendentes começaram a apagar as luzes e expulsaram a gente, dizendo para voltarmos outro dia. Cobrei o meu direito e vou permanecer cobrando. Isso não é admissível”, relatou.

O gerente da agência bancária, que também não quis ser identificado, disse à reportagem da Folha que se sentiu ameaçado com as atitudes dos clientes. Em relação à falta de atendimento alegada pelos clientes, ele não se pronunciou. “A forma como eles agiram não é questionamento e sim ameaça”, disse.

BANCO DO BRASIL – Procurada, a assessoria de comunicação do Banco do Brasil não se pronunciou sobre o caso até o fechamento da matéria.

SINDICATO DOS BANCÁRIOS – A reportagem da Folha entrou em com o Sindicato dos Bancários em Roraima, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria. (E.S)

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
0
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
THIAGO CASTRO disse: Em 20/02/2018 às 11:14:56

"BANCO DO BRASIL E UM LIXO , NINGUEM AGUENTA MAIS O DESCASO DESSA PORCARIA , NUNCA TEM FUNCIONARIOS E NUNCA TEM DINHEIRO NOS CAIXAS ELETRONICOS NOS FINAIS DE SEMANA"

claudio francisco dos santos disse: Em 20/02/2018 às 10:16:22

"ratifico o posicionamento dos clientes, e reitero, lamentável, quando vc entra com um ação o juiz, principalmente dos juizados especiais, dizem que vc espera na fila para ser atendido com tem exorbitantes e muito alem do permitido pela legislação municipal, é apena mero aborrecimento, agora lhe pergunto, vc já viu algum juiz ou qualquer outro magistrado na fila de banco? é por isso que os bancos fazem pouco caso da situação dos clientes porque tem apoio do judiciário, ou é diferente? quando vc entra com uma ação mostrando o que diz a lei e o juiz diz que é mero aborrecimento, esta dizendo que o banco pode continuar desrespeitando a lei e o direito do consumidor, cade o Procon assembleia, cade o Procon municipal, cade o MPRR, acredito que vc não vera nenhum desses com vc na fila do banco, então, vamos reclamar para quem?"