PUBLICIDADE
CRISE MIGRATÓRIA
Governador pede apoio para conter impactos da migração
Antônio Denarium afirmou que os cerca de 200 mil venezuelanos que chegaram ao país trouxeram um impacto grande para serviços essenciais do Estado
Por Folha Web
Em 09/05/2019 às 13:54
O governador Antônio Denarium se encontrou com membros da subcomissão do Senado que trata da crise migratória (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Em audiência com a subcomissão Temporária do Senado que trata questão migratória, o  governador de Roraima, Antônio Denarium (PSL), pediu ajuda do Congresso para conseguir recursos junto ao Governo Federal com intuito de minimizar os impactos da  vinda em massa de venezuelanos no estado.

Segundo ele, os cerca de 200 mil venezuelanos que chegaram ao país trouxeram um impacto grande para serviços essenciais. Metade dos leitos da saúde estadual estão ocupados por venezuelanos e 40 dos 46 bebês internados na UTI neonatal da única maternidade de Roraima são filhos de venezuelanas.

Na educação, cerca de 5 mil vagas na rede estadual são de venezuelanos, e na segurança pública, dos 2,7 mil detentos em Roraima, 300 são venezuelanos. 

PUBLICIDADE

Denarium lembrou ainda do pedido de ressarcimento de R$ 287 milhões feito por sua antecessora, a ex-governadora Suely Campos (PP). O montante foi gasto com a crise migratória, mas segundo ele, até hoje, a ação não foi julgada e a Advocacia Geral da União (AGU).

O governador ressaltou ainda que dos 15 municípios do estado, a capital, Boa Vista é a mais impactada pela presença de venezuelanos.

*INFORMAÇÕES: Agência Brasil.

***
Gostou?
0
6
Pandora disse: Em 09/05/2019 às 18:24:00

"Vamos falar de empregos para os roraimenses também, com a imigração os venezuelanos tomaram os empregos dos roraimenses. Eles tem comidas, abrigos e empregos e os roraimenses ainda sem empregos. e o governador ainda tirou vários funcionários seletivados, não pagou vários outros, isso tudo porque era o governador da mudança."

Rocha disse: Em 09/05/2019 às 14:24:08

"De novo??? Engraçado que é tanta ajuda que vem para esses imigrantes. Mas na pratica nada muda!!!"