NOVO EDITAL
Governo do Estado suspende licitação destinada a contratar transporte escolar
Depois de reclamações da categoria, governo diz que vai buscar alternativas para atender empresários de Roraima
Por Folha Web
Em 26/07/2017 às 01:11
Líder do governo, deputado Brito Bezerra: “CPL vai adiar o processo licitatório e rever todo o edital”(Foto: Divulgação)

O Governo de Roraima suspendeu o edital destinado à contratação de serviço de transporte escolar para atender alunos das escolas do interior e zona rural de Boa Vista. O novo contrato para os próximos anos tem valor de R$ 130 milhões e estava previsto para ser concluído no dia 1º de agosto, próxima terça-feira. O novo prazo de lançamento e conclusão do processo ainda não foi divulgado pelo governo.

A nova licitação deve ser feita pelo fato de os contratos em vigor há cinco anos não poderem ser renovados por conta da legislação. O cancelamento do processo ocorreu após reclamações de cerca de 57 pequenos e médios empresários do setor de transporte escolar que se sentiram excluídos do processo licitatório, por conta de alterações no edital. Em todo o Estado, 500 veículos prestam o serviço ao governo, atendendo a cerca de oito mil alunos da rede pública.

O líder do governo na Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Brito Bezerra (PP), explicou que o objetivo do governo é dar oportunidade a todos os interessados. “O edital será devolvido pela CPL [Comissão Permanente de Licitação] para a Secretaria de Educação, que vai adiar o processo licitatório e rever todo o edital”, disse.

Ele explicou que a decisão da governadora Suely Campos (PP) foi tomada após ela analisar que os empresários locais realmente não terão as mesmas possibilidades que os empresários de outros estados de concorrer. “Os nossos pequenos e médios empresários hoje não têm condições de concorrer com outros empresários que têm uma frota mais nova e robusta e recursos mais disponíveis. Por isso, a governadora Suely vai rever o edital e vamos acertar uns pontos para que a concorrência possa ser mais leal, dando total condição de quem faz transporte hoje poder concorrer e ganhar”, disse.

Brito destacou que a principal exigência do governo será a melhoria da frota que hoje atende aos alunos do interior. “Queremos que os veículos sejam mais novos e que todos os alunos sejam transportados e que não tenha nenhum problema na condição de transporte, que todos possam ser transportados com dignidade em toda a rota. Os empresários estão satisfeitos com o pagamento que está sendo feito em dia pelo governo, sem nenhum atraso. Então, vão buscar melhorar sua frota e assim tudo dará certo”, frisou.

***
Gostou?
31
2
Rildo Lopes disse: Em 26/07/2017 às 08:46:28

"É muito engraçado falar em contratação de transporte escolar, já que o governo Federal possui um projeto onde disponibiliza ônibus traçados, o qual seria o mais ideal, e não pick up. Pq será que o Governo do Estado não adere?...fica a pergunta?"

Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 26/07/2017 às 07:34:52

"O futuro ganhador da licitação está muito preocupado, já tinha comprado ate os veículos............................"