DRAMA REAL
Mãe pede ajuda para custear tratamento da filha
A mais de dois meses sem receber, a policial civil, Yonara Soares, não consegue comprar a medicação da filha
Por Minervaldo Lopes
Em 08/11/2018 às 12:34
Sem salário, Yonara Soares, não consegue custear tratamento da filha. (Foto: Divulgação)

A população tem acompanhado com aflição o drama enfrentado por centenas de servidores públicos que foram atingidos pelo atraso no pagamento de salários. No entanto, essa semana, uma história começou a ganhar repercussão entre os roraimenses nas redes sociais. Trata-se do drama enfrentado por Yonara Soares, 35 anos. 

Policial civil há 14 anos, e a mais de dois meses sem receber, ela tem travado uma batalha contra o tempo para garantir os medicamentos da filha, Lanna Isabelly, de 11 anos, diagnosticada recentemente com diabetes do Tipo 1.

“Eu tenho um plano de saúde para a Belly, no entanto, esse mais de 60 dias sem salários tem impossibilitado o pagamento desse plano. Depois que o médico confirmou o diagnóstico da doença, ela passou a ficar dependente de dois tipos de medicamento, que são a Insulina Lanntus e a Insulina Lispro, que não estão disponíveis na rede pública. A única solução é comprar esses medicamentos, mas sem dinheiro fica impossível”, comentou. 

A servidora pública relatou que diante de seu drama pessoal, os amigos próximos decidiram utilizar as redes sociais para buscar o apoio da população. As primeiras ajudas já começaram a surgir.

“Desesperada com a situação, eu conversei com alguns colegas da polícia, eles tomaram a liberdade de levar esse fato ao conhecimento das pessoas pelas redes sociais, e de já recebemos de imediato a sinalização de pessoas querendo ajudar”, frisou.

Quem tiver interesse em ajudar a filha de Yonara, pode entrar em contato com ela pelo número 98118-6467 ou encaminhado qualquer valor para a conta criada para o recebimento das doações.

Banco do Brasil 

Agência: 0250-X  

Conta Poupança: 587818

Variação: 51

***
Gostou?
17
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!