PUBLICIDADE
INTERRUPÇÃO
Manutenção nas termelétricas gerou desligamento de energia
Roraima Energia também declarou que tem efetuado "cortes de carga" para evitar um desligamento geral
Por Folha Web
Em 23/04/2019 às 16:06
Termeletricas precisaram de manutenção, alega Roraima Energia (Foto: Nilzete Franco / FolhaBV)

Mais duas interrupções de energia foram registradas na tarde desta terça-feira, 23, em Roraima. De acordo com a Roraima Energia, empresa responsável pelo fornecimento no Estado, a suspensão ocorreu por conta da necessidade de manutenção das termelétricas.

Em nota encaminhada à Folha, a companhia informou que devido a operação continuada da geração termelétrica desde o dia 07 de março, há a necessidade de realização de manutenções nas unidades geradoras das usinas termelétricas.

CORTE DE CARGA - A empresa explicou ainda que em dias de alta temperatura e em horários de pico de consumo pode ocorrer necessidade de "cortes de carga" para evitar um desligamento geral, ou seja, interrupções pontuais de energia. Alguns deles foram inclusive registrados na noite de ontem, 23, na Capital, onde alguns bairros como São Francisco, Santa Teresa e Caçari ficaram uma hora sem energia.

Segundo a própria Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o corte de carga é uma interrupção de suprimento de energia elétrica através do desligamento automático ou manual, de linhas de transmissão ou de circuitos de distribuição.

“No dia de ontem, 23, houve necessidade de corte de 7% da carga no horário de ponta de consumo, afetando alguns bairros da cidade”, explicou a Roraima Energia. “São priorizados a manutenção do fornecimento para regiões que possuam hospitais, postos de saúde, clínicas e outras cargas prioritárias. Estamos trabalhando diuturnamente para manutenção da geração existente bem como na ampliação da geração já autorizada pelo Ministério de Minas e Energia (MME), prevista para agosto de 2019”, completou a empresa.

Por fim, a Roraima Energia afirmou em nota que está “medindo esforços para garantia do fornecimento neste momento de crise do sistema venezuelano e até que tenhamos uma solução estrutural para Roraima, por meio da conexão com o Sistema Interligado Nacional através da interligação com Manaus”.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!