SÃO BENTO
Mecânico morre no HGR após ser alvejado dentro de casa
Por João Barros
Em 11/07/2018 às 00:49

O mecânico Leandro de Albuquerque Sobrinho, de 22 anos, morreu no começo da madrugada de ontem, dia 10, depois que dois indivíduos invadiram sua casa, que fica na Rua Antônio Ferreira de Souza, no bairro São Bento, na zona Oeste da Capital, e atiraram contra ele diversas vezes. Os disparos acertaram a cabeça e o braço esquerdo da vítima que chegou a ser socorrida, mas morreu assim que deu entrada no Hospital Geral de Roraima (HGR).

A Polícia Militar (PM) foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e quando chegou ao endereço encontrou o jovem deitado no quarto e ao redor uma grande quantidade de sangue.

A namorada de Leandro contou que, para executarem o crime, os elementos, não identificados, chegaram à residência chamando pelo apelido dele, conhecido como “Caboco”, momento em que abriu a porta e foi surpreendido pelos tiros. Depois de atirarem, os bandidos fugiram, tomando rumo ignorado.

Os policiais conseguiram encontrar na janela da casa do mecânico uma faca com a ponta da lâmina quebrada. A janela apresenta sinais de tentativa de arrombamento. Próximo à vítima foram encontrados dois projéteis deflagrados calibre ponto 40.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada para prestar os primeiros socorros ao ferido. Depois de ser estabilizado, foi removido ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, no HGR, para receber atendimento médico especializado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu assim que deu entrada na Unidade de Saúde.

Uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) fez a remoção do cadáver para ser submetido a exame de necropsia e na manhã de ontem, ao fim dos procedimentos legais, a família fez a liberação para que o funeral e o sepultamento fossem realizados.

Até o fim da tarde de ontem, nenhum suspeito tinha sido preso. As investigações apontam que o crime tenha uma suposta relação com a guerra de facções, tendo em vista as características do homicídio. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!