GUERRA DE FACÇÕES
Membros de facção que planejavam morte de rivais são presos
Segundo a Polícia Civil, a dupla estava armada e planejava a morte de líderes da facção rival
Por João Barros
Em 13/01/2018 às 01:05
Com os suspeitos, foram apreendidos dois revólveres, um calibre 38 e outro calibre 32 (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Agentes da Delegacia de Polícia de Alto Alegre, na região centro-oeste do Estado, em conjunto com a Polícia Militar (PM), efetuaram, na noite da quinta-feira, dia 11, a prisão em flagrante de dois homens, V.R e R.P., por porte ilegal de armas de fogo. Os dois indivíduos são conhecidos das forças de segurança e seriam integrantes de uma das facções que atuam dentro e fora do Estado. As investigações apontaram que os elementos estariam arquitetando mortes de líderes de facções rivais.

O objetivo da dupla era vingar a morte da garimpeira conhecida “Cabocla Nete”, que foi assassinada dentro da casa do filho, na noite do dia 2 de janeiro. “Nós tínhamos recebido a informação de que esses dois elementos estariam no município de Alto Alegre para cometer o assassinato da mãe de um dos acusados da morte da 'Cabocla Nete' e ficamos sabendo que desde a semana passada eles estão pelo município. Tentamos pegar eles, mas não conseguimos”, explicou um dos agentes que participaram da ação.

Há uma semana os dois indivíduos tentam matar a mulher. Amedrontada, ela fez a denúncia e disse que estava se sentindo ameaçada, pois um carro rondava a rua de sua casa. “Chegou a informação da possível vítima, para a gente, afirmando que tinha um carro passando em frente à casa dela. A partir daí entramos em contato com a PM que fez a abordagem aos dois e eles foram presos com esses dois revólveres, um calibre 38 e outro calibre 32. Estamos investigando há algum tempo, inclusive também já ficamos sabendo que R.P. é quem iria assumir a liderança do PCC em Alto Alegre”, informou o policial civil.

A dupla foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma e por organização criminosa. Os dois foram trazidos para Boa Vista, para exame de corpo de delito. Na manhã de ontem, dia 12, foram apresentados à Justiça em audiência de custódia. (J.B)

***
Gostou?
3
9
bonifacio disse: Em 13/01/2018 às 09:45:49

"era pra ter prendido so depois que matassem."