PUBLICIDADE
DIA MUNDIAL DO CAFÉ
Mercado do café amplia e atrai apaixonados pela bebida
Produção em Roraima aInda é pequena, mas comércio se mantém forte e procura maneiras de reinventar e chamar atenção ao produto
Por Ana Paula Lima
Em 14/04/2019 às 13:00
A produção em Roraima ainda é tímida por conta da qualidade do solo e também das condições climáticas. (Foto: Priscilla Torres/FolhaBV)

"Aceita um café?" é uma das frases que os brasileiros mais escutam, independente da hora do dia. Carregada de história e simbolismo, a bebida está tão inserida no cotidiano das pessoas que ganhou uma data alusiva somente para ela. Neste domingo, 14, é comemorado o Dia Mundial do Café e para os amantes da bebida, é apenas um dia para celebrar recheado de muita cafeína.

Em Roraima, quem pensa que o mercado de café não atrai consumidores por se tratar de uma terra quente, está muito enganado. A barista Camila Furlin relembra quando as pessoas falaram para sua mãe que abrir uma cafeteria no Estado não daria certo. Vinte e dois anos depois, a loja continua prosperando e atraindo cada vez mais pessoas.

PUBLICIDADE

"Todo mundo toma e tem um significado de muitas coisas para o dia a dia da pessoa. Quando está triste, pode dar uma animada e se está feliz, compartilha essa alegria com outras pessoas. Pode ser para reunir a família... por isso é um produto muito importante. Mesmo nos dias mais quentes, a cafeteria estava cheia!", relatou.

A produção brasileira de café é um ícone mundial, mas em Roraima ainda é tímida por conta da qualidade do solo e também das condições climáticas. De acordo com dados da Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo de Roraima (Fecomércio-RR) em 2017 foram apenas 12 toneladas colhidas. Para suprir o comércio local, é feita a compra de grãos dos Estados de Espírito Santo, Bahia e Minas Gerais que usa em torno de 80 quilos por mês para abastecer a cafeteria.

"No início era muito mais difícil de conseguir o insumo. Tudo o que era produzido de melhor, era mandado para fora e sobrava pouca coisa para o mercado interno. Hoje é muito mais fácil com muitas marcas fornecedoras. É um mercado que está em movimento o tempo todo", completou. Camila destacou que há diversas formas de consumir a bebida, seja frio, gelado, com chocolate e outras variedades

A barista pontuou que os clientes estão cada vez mais apaixonados pelo café e visando aumentar ainda mais essa paixão, a cafeteria dispõe de uma variedade de cafés em grãos e equipamentos para que cada um faça a bebida na própria residência. Ela destacou ainda que cada produção tem sua característica por depender das regiões e estações, e que por isso não é possível saber qual é o de maior qualidade.

"Existe um movimento em Boa Vista de pessoas procurando por mais café e não querendo mais o mais básico. O café é uma bebida fantástica e quando começa a descobrir o que ele tem de especial, com as variedades e cultivados com mais cuidados, traz benefícios inúmeros! Passa a apreciar de formas e descobrir sabores diferentes. É um universo que entra e nãos sai mais", relatou. (A.P.L)

***
Gostou?
4
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!