PUBLICIDADE
CÂNCER
Ministério da Saúde indica atitudes para evitar a doença
Por Folha Web
Em 02/02/2019 às 00:08
O tabagismo é o vilão por trás de alguns tipos de câncer

No dia 4 de fevereiro é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, uma campanha desenvolvida pelo Ministério da Saúde para educar e conscientizar a população sobre a prevenção e o tratamento da doença. Os números são alarmantes: segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos em 2018 e 2019. Porém, fazer mudanças simples no estilo de vida é o suficiente para ajudar a manter a doença bem longe. Confira a seguir cinco atitudes para evitar o câncer.

Não fume

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o tabagismo é o vilão por trás de alguns tipos de câncer, como de pulmão, boca, laringe e esôfago, sendo a principal causa evitável da doença. Cerca de 90% dos casos de câncer que atingem o pulmão têm o cigarro como principal responsável, sendo o restante fruto do fumo passivo. O câncer de estômago, pâncreas, bexiga, rim, fígado e colo de útero também são influenciados pelo vício.

Não exagere nas bebidas alcoólicas

Tumores que surgem no intestino, no esôfago e, principalmente, no fígado têm mais chances de desenvolvimento quando o paciente consome bastante bebida alcoólica. Para o dr. Frederico Muller, oncologista do Hospital São Lucas Copacabana, o efeito é ainda maior se a ingestão de álcool for combinada com o tabagismo. Isso acontece porque a bebida potencializa os efeitos do tabaco, o que aumenta as chances de desenvolvimento de câncer. O etanol é encontrado em diversas bebidas alcoólicas, porém, em concentrações diferentes. Existe importante relação dose-dependente entre o consumo de bebidas alcoólicas e o risco de câncer. Quanto maiores a dose ingerida e o tempo de consumo, maior será o risco de surgimento da doença.

"Alguns estudos divulgados nos Estados Unidos também apontam que ingerir diariamente uma dose de bebida alcoólica já é o suficiente para influenciar no aparecimento do câncer de mama e de próstata", afirma o especialista. Um drinque padrão equivale, normalmente, a 350 ml de cerveja, 150 ml de vinho ou 45 ml de licor.

Evite uma dieta rica em alimentos ricos em gordura

Quando consumido com moderação, o açúcar não causa mal algum à saúde, porém, quando é uma das bases da dieta de uma pessoa, pode trazer problemas sérios. O mesmo acontece com os alimentos com alto teor calórico, que influenciam no desenvolvimento da obesidade - conhecido como fator de risco para o aparecimento de câncer. Opte por uma dieta mais saudável, com poucos alimentos gordurosos e açucarados.

Use preservativos nas relações sexuais

Essa dica pode ser pouco comum, mas o que muita gente não sabe é que a infecção pelo papiloma vírus humano (HPV) - uma doença sexualmente transmissível cujo contágio se dá por meio da relação sexual desprotegida - é uma das principais responsáveis pelo desenvolvimento de câncer na vulva, no pênis e na garganta. Por isso, é importante não esquecer a camisinha.

Previna-se contra a hepatite

Diretamente ligada à dica anterior, a hepatite B e a hepatite C também podem infectar durante a atividade sexual desprotegida - e ambas as versões da doença ajudam no surgimento da cirrose, que pode levar ao câncer de fígado.

Um dos cânceres mais ocorrente em Roraima é o de pele.

***
Gostou?
0
0
PUBLICIDADE
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!