APOIO A IMIGRANTES
Ministro da Saúde vem a Roraima acompanhar aplicação de recursos
Ricardo Barros chega ao Estado no domingo e visitará o Hospital Délio Tupinambá, em Pacaraima
Por Vanessa Vieira
Em 12/01/2018 às 00:28
Em dezembro de 2016, ministro visitou o Município de Pacaraima (Foto: Arquivo/Folha)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, chega a Roraima neste domingo, 14, para acompanhar a aplicação dos recursos disponibilizados para o Estado. Desde que assumiu o Ministério da Saúde, em maio de 2016, esta é a sexta vez que Barros visitará o Estado.

Integram a comitiva a vice-governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti, a deputada federal Bruna Dias Furlan (PSDB/SP), o secretário de Atenção à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, Mauro Guimarães Junqueira, e o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Rodrigo Sérgio Dias. A viagem foi intermediada pela secretária de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Gerlane Baccarin, e pelo deputado federal Hiran Gonçalves (PP).

À Folha, Gerlane Baccarin disse que o ministro da Saúde está acompanhando a questão da atenção à saúde da população roraimense com o impacto da chegada dos imigrantes venezuelanos. “Ele veio a Roraima em 2016 e 2017, quando foram pactuados os acordos entre o Governo Federal, o Governo do Estado e os municípios de Boa Vista e Pacaraima. Agora ele está vindo para a assinatura deste plano de ação integrada tripartite”, disse.

O Plano de Integração de Ação para a Saúde por conta da migração de venezuelanos será assinado pelo ministro da Saúde, pelo secretário estadual de Saúde, Paulo Linhares, e pelo secretário municipal de Saúde de Boa Vista, Cláudio Galvão dos Santos. O Plano que compreende o Fluxo de Assistência à Saúde nos Abrigos será firmado por Ricardo Barros, Paulo Linhares e pela secretária Municipal de Saúde de Pacaraima, Kira Correia Gomes.

“O Ministério da Saúde está repassando recursos e equipamentos ao Estado e aos municípios desde o ano passado. Por exemplo, foram enviados equipamentos ao Hospital Délio Tupinambá, em Pacaraima. E o ministro vem acompanhar essa aplicação de recursos e aparelhos”, relatou Gerlane.

A secretária de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde disse ainda que, nos últimos quatro anos houve um incremento de 100% nas transferências fundo a fundo, ou seja, do Governo Federal para o Estado. “Houve um aumento de transferência de recursos muito além do número de imigrantes que Roraima está recebendo”, afirmou.

PREVENÇÃO – Ainda em entrevista à Folha, Gerlane Baccarin anunciou a assinatura de dois convênios entre o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, e o Corpo de Bombeiros de Roraima para a capacitação de pessoas em situação de vulnerabilidade no Estado e agentes da Defesa Civil estadual, que cuidam dessa população. “Com intermediação do deputado Hiran Gonçalves, conseguimos liberar R$ 4,5 milhões, sendo um convênio de R$ 4 milhões e outro de R$ 500 mil, para o Corpo de Bombeiros para a capacitação dessas pessoas. Não queremos apenas trabalhar no tratamento de doenças, mas atuar na prevenção delas”, explicou.

AGENDA – A chegada de Barros e da comitiva está prevista para chegar à Boa Vista às 7 horas de domingo, 14. Quinze minutos depois, ele partirá de helicóptero para Pacaraima, onde visitará, às 10h30, o Hospital Délio de Oliveira Tupinambá.

De volta á Boa Vista, participará da cerimônia de assinatura do Plano Gestor Tripartite para Ação de Gestão dos Imigrantes, no Núcleo Estadual do Ministério da Saúde, prevista para as 13 horas. Às 15h30, embarcará para Porto Príncipe, capital do Haiti. (V.V)

***
Gostou?
6
3
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!