VENEZUELA
ONU pede que se investiguem abusos na Venezuela
O alto comissário da ONU para os direitos humanos pediu esta sexta-feira ao Tribunal Internacional que investigue homicídios, execuções sumárias, tortura e uso excessivo de força pelas autoridades.
Por Folha Web
Em 22/06/2018 às 20:00
O documento denuncia centenas de homicídios, supostas execuções sumárias, o uso excessivo de força contra os manifestantes, tortura e detenção arbitrária nas mãos das forças de segurança (Foto: Exame)

O alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al-Hussein, recomendou esta sexta-feira que o Tribunal Penal Internacional (TPI) investigue os graves casos de abusos cometidos na Venezuela, dada a “impunidade generalizada” e a inação do Estado.

Dado que o Estado parece não ter a capacidade ou a disposição de processar os responsáveis pelas graves violações dos direitos humanos, existem razões sólidas para considerar um maior envolvimento do Tribunal Penal Internacional nesta questão”, declarou Al-Hussein num comunicado.

O gabinete do alto comissário publicou o seu segundo relatório à distância — já que as autoridades venezuelanas lhe negam o acesso ao país — sobre a situação dos direitos humanos na Venezuela. O documento denuncia centenas de homicídios, supostas execuções sumárias, o uso excessivo de força contra os manifestantes, tortura e detenção arbitrária nas mãos das forças de segurança.

Informações: Agência Lusa.

socorro disse: Em 22/06/2018 às 22:28:37

"Já era tempo, o cara ta acabando com o povo, fugindo da perseguição e fome."