PUBLICIDADE
ACIDENTE DE TRÂNSITO
Ciclista atropelada por ônibus morre no HGR
Por João Barros
Em 16/08/2019 às 00:20
A vítima foi atropelada na Avenida Ataíde Teive por volta das 7h30 do dia 29 de julho (Foto: Divulgação)

As estatísticas de morte em decorrência de acidente de trânsito foram atualizadas na noite dessa quarta-feira, 14, quando a imigrante venezuelana Rossibel Del Carmen Guzman Borjas, de 32 anos, não resistiu ao politraumatismo causado pelo atropelamento de um ônibus enquanto trafegava numa bicicleta. A vítima ficou 16 dias internada, mas seu quadro clínico evoluiu para uma infecção generalizada.

O acidente aconteceu na Avenida Ataíde Teive, na altura do bairro Nova Canaã, por volta das 7h30 do dia 29 de julho, ocasião em que Rossibel foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O ônibus, de cor branca, não tinha qualquer marca ou nome de empresa. Após constatação do óbito, o corpo foi conduzido pelo rabecão até o Instituto de Medicina Legal (IML) para ser examinado.

Familiares fizeram a liberação do cadáver na manhã de ontem para ser sepultado. O caso será investigado pela Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT). (J.B) 

PUBLICIDADE
***
Gostou?
0
2
Fabricio Maia disse: Em 16/08/2019 às 08:49:35

"Na minha opinião, o que falta é conscientizar os imigrantes que não podem fazer o que eles fazem no trânsito de Boa Vista, ele não estão nem aí, entram na frente dos veículos automotores sem nem menos olhar, nossas ruas estão um perigo com eles como ciclistas, minha humilde opinião"

rnuj disse: Em 16/08/2019 às 05:25:49

"Venezuelano anda como se estivesse na Venezuela, é um risco! "