Corpo encontrado carbonizado em lavrado pode ser de PM - Folha de Boa Vista
CASO JOSY GOMES
Corpo encontrado carbonizado em lavrado pode ser de PM
A polícia estaria atrás do terceiro envolvido, que segundo informações extraoficiais seria um sócio do PM. As mesmas fontes informaram à FolhaBV que a polícia não tem certeza de quem matou a empresária, e que a história poderá ter uma reviravolta quando os três suspeitos forem interrogados
Por Folha Web
Em 27/08/2020 às 12:11
Carro semelhente ao que pertence ao soldado foi encontrado carbonizado - Foto: Divulgação

Um corpo encontrado carbonizado na manhã de hoje (27) na RR-205, sentido ao município do Alto Alegre, 12 km após a rotatória, em uma área de lavrado, pode ser do soldado da Polícia Militar, Uirandê da Costa Mesquita, de 29 anos. No local, também foi encontrado um carro carbonizado com as características semelhantes ao que pertence ao policial.

Uirandê está desaparecido desde a noite do domingo (23), após a morte da empresária Joseane Gomes da Silva, de 29 anos, no bairro Mecejana, em Boa Vista. Até o momento, ele seria o principal suspeito do crime.

josy e uirandê
Joseane e Uirandê foram namorados. Soldado é considerado desaparecido - Foto: Arquivo Pessoal/Redes Sociais

A FolhaBV apurou extraoficialmente que a polícia trabalha com várias linhas de investigação e uma delas seria que na noite do ocorrido o casal estaria acompanhado de outros dois homens, e estes, estariam envolvidos no crime. Um deles já estaria preso.

Outra linha também seguida pela polícia é que a princípio seriam três envolvidos nos homicídios, e o que teria motivado o crime, seria a cobrança de uma dívida que o PM estaria fazendo aos suspeitos.

carro
Corpo foi carbonizado assim como o carro - Foto: Aldenio Soares

A polícia estaria atrás do terceiro envolvido, que segundo informações extraoficiais seria um sócio do PM. As mesmas fontes informaram à FolhaBV que a polícia não tem certeza de quem matou a empresária, e que a história poderá ter uma reviravolta quando os três suspeitos forem interrogados.

MANDADO DE PRISÃO

A FolhaBV recebeu a informação de que a Polícia Civil de Roraima representou ontem (26) na Justiça pela prisão preventiva do soldado. Uma força-tarefa foi estabelecida para encontrá-lo. 

Em nota, a Polícia Civil afirmou que em momento algum deixou de investigar o caso ou tem agido com omissão, pelo fato do suspeito ser policial militar.

Mais informações a qualquer momento

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
23
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Rildo Lopes disse: Em 27/08/2020 às 14:14:11

"Enquanto isso as redes sociais desciam o verbo com acusações. "