PUBLICIDADE
APÓS PERÍCIA
Corpos de assassinados são identificados no IML
Por João Barros
Em 22/08/2019 às 00:15
Akapo Natal Yanomami e Fernando Santos da Silva foram identificados pelas impressões digitais (Foto: João Barros)

O Instituto de Medicina Legal (IML) em parceria com o Instituto de Identificação Odílio Cruz (IIOC) conseguiram identificar dois corpos que estavam em conservação há mais de um mês. As vítimas foram identificadas como Akapo Natal Yanomami, cujo corpo foi encontrado dentro de um banheiro público do município de Caracaraí, na região Centro-Sul do Estado. Outra vítima identificada foi Fernando Santos da Silva, de 42 anos, cujo corpo foi encontrado às margens da RR-205, próximo ao bairro Cidade Satélite.

Ambos estavam em estado de decomposição, mas o trabalho pericial confirmou a identidade. Agora, o IML busca informações para tentar encontrar familiares para fazerem a liberação dos cadáveres, a fim de que sejam sepultados dignamente.

Akapo Yanomami, segundo o exame de necropsia, morreu por conta de uma hemorragia causada pelas perfurações do esfaqueamento. Já Fernando foi morto por asfixia e fraturas nos ossos da face por conta de possíveis pauladas. Um lençol estava enrolado no pescoço da vítima e o corpo estava parcialmente nu.

PUBLICIDADE

OS CASOS – No começo da tarde do dia 2 de julho, populares encontraram o corpo de Akapo Natal Yanomami no banheiro que fica embaixo das arquibancadas do Centro de Caracaraí, às margens da avenida Doutor Zany.

O corpo de Fernando Santos da Silva foi localizado por motoristas que passavam pela RR-205. Pelas condições do cadáver, ele já estava no local há mais de 48h, além dos animais já terem comido os olhos e os lábios. Conforme IML, a vítima é natural do município de Maués, no Amazonas. Sua mãe se chama Julia Amélia dos Santos Gurjão. (J.B)

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!