PUBLICIDADE
RIO MUCAJAÍ
Embarcação com combustível é apreendida dentro de terra indígena
Segundo a 1ª Brigada, cinco pessoas foram detidas. Barcos que não estejam cadastrados junto ao órgão são proibidos de navegarem pela região
Por Folha Web
Em 08/08/2019 às 10:12
Exército reforça que bracos que não tenham cadastro estão proibidos de navegarem pela região (Foto: 1ª Bda Inf Sl)

Uma ação de combate ao garimpo ilegal resultou na apreensão de galões de combustíveis e alimentos que abasteceriam uma base de garimpeiros na Terra Indígena (T.I) Yanomami. A abordagem que resultou na prisão de cinco pessoas ocorreu na noite de ontem, dia 7, no Rio Mucajaí.

De acordo com a assessoria de comunicação da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), uma tropa realizava um patrulhamento pela região quando avistou, por volta das 23h30, uma embarcação que se deslocava em direção à área indígena. O condutor não obedeceu à ordem de parada dada pela equipe, o que acabou resultando em perseguição.

Por sorte, a tropa da Brigada conseguiu interceptar a embarcação, que carregada aproximadamente 850 litros de combustível e gêneros alimentícios que abasteceriam a base dos garimpeiros. Um dos envolvidos acabou se ferindo durante a ação, sendo levado para atendimento médico na unidade da Sesai na comunidade indígena Sikamabiu.

PUBLICIDADE

O órgão lembrou ainda que na atual fase de suas atividades pela região, o Exército Brasileiro tem permite o acesso somente de barcos que estejam devidamente cadastradas junto à 1ª Bda Inf Sl.

Tais embarcações devem ser tripuladas por no máximo duas pessoas e conduzir apenas os alimentos e combustível necessário para a viagem de ida e volta. “Essa ação visa permitir a retirada dos garimpeiros que hoje se encontram na região”, pontuou o órgão, em nota.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a capital. A Brigada reforçou ainda o pedido para pessoas que estejam na região dos rios Mucajaí e Uraricoera sem autorização deixem essas localidades de forma ordeira e pacífica.

***
Gostou?
7
2
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!