PUBLICIDADE
NO SÃO VICENTE
Homem é preso furtando bateria solar de parada de ônibus
Por João Barros
Em 08/05/2019 às 00:15
O local onde as baterias eram guardadas foi arrombado. (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

Uma policial militar que estava trabalhando no Centro Socioeducativo (CSE) e que mora na rua Bento Brasil, bairro São Vicente, ligou para fazer uma denúncia e pedindo auxílio para que uma guarnição da PM fosse averiguar nas proximidades do prédio onde reside, porque havia observado pelas câmeras de segurança que havia um indivíduo rondando o local em atitude suspeita, fato que se deu por volta das 22h30.

Assim que os policiais chegaram ao endereço, avistaram V.B da S., de 40 anos, em uma parada de ônibus do município, concluindo a retirada de uma segunda bateria que alimenta o sistema de energia solar da referida parada. Ele recebeu voz de prisão, foi algemado e conduzido à Delegacia. O homem estava em posse de algumas ferramentas que foram usadas para a prática do crime, como: chave de boca, chave de corte, cabo de bateria e duas baterias da marca Tudor.

Em consulta à Dicap (Divisão de Inteligência e Captura), a equipe da PM foi informada de que o indivíduo é suspeito de ter participação no homicídio da travesti Sandrielly Vasconcelos, de 24 anos, que aconteceu no dia 06 de abril. Ainda no mês passado, a Folha já tinha conversado pessoalmente com o suspeito, mas dessa vez no 4o DP, ocasião em que ele foi preso com quatro baterias, também da marca Tudor, e que teriam sido tiradas de uma parada de ônibus, mas na ocasião ele negou que tinha sido autor do crime e que na verdade recebeu as baterias em troca de um serviço mecânico que teria realizado em um veículo. 

PREFEITURA – Sobre os casos de vandalismo e furtos, a administração municipal informou que, conforme levantamento da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, de março deste ano, do total de 675 abrigos de ônibus, sendo 75 climatizados e 600 simples cobertos, 71 necessitam de manutenção por terem peças furtadas. Mensalmente, a prefeitura realiza manutenção. Do começo de 2018 até o último levantamento feito pela Prefeitura, foram furtadas: 180 lâmpadas; 700 metros de cabos elétricos; uma placa solar; seis centrais de ar-condicionado; dois controladores de carga e 100 baterias, além de 14 abrigos com vidros quebrados. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!