Indígenas denunciam novo ataque de garimpeiros na comunidade Palimiu - Folha de Boa Vista
TERRA YANOMAMI
Indígenas denunciam novo ataque de garimpeiros na comunidade Palimiu
Por Folha Web
Em 17/05/2021 às 09:54
O novo ataque teria ocorrido neste domingo, 16 (Foto: Reprodução)

Um ofício relatando um novo ataque de garimpeiros na comunidade do Palimiu na Terra Indígena Yanomami foi enviado na manhã desta segunda-feira, 17, para  Fundação Nacional do Índio (Funai), Polícia Federal e Exército.

O ofício assinado pelo vice-presidente da Hutukara Associação Yanomami, reitera pedido de apoio logístico e instalação de posto emergencial na comunidade de Palimiu para manutenção da segurança na região.

De acordo com o documento, na noite deste domingo, 16 de maio, por volta das 21h40, indígenas teriam ligado para a associação comunicando novo ataque de garimpeiros à comunidade.

“Segundo disseram os Yanomami, eram 15 barcos de garimpeiros se aproximando contra a comunidade. Os Yanomami disseram que além dos tiros, havia muita fumaça e que seus olhos estavam ardendo, indicando o disparo de bombas de gás lacrimogênio contra os indígenas”, diz trecho do ofício.

Ainda segundo o ofício, os Yanamami estavam muito aflitos, e gritavam de preocupação ao telefone, e que ao fundo, era possível escutar o som dos tiros.

“Reiteramos o pedido aos órgãos que atuem com urgência dentro de seu dever legal para impedir a continuidade da espiral de violência no local e garantir a segurança para a comunidade Yanomami de Palimiu, antes que conflitos de mais grave natureza ocorram”, acrescenta o documento.

O ofício solicita que seja feita a instalação de um posto avançado emergencial na comunidade de Palimiu, com o objetivo manter a segurança no local e no rio Uraricoera, e que o Exército Brasileiro, por meio da 1ª Brigada de Infantaria da Selva, promova apoio logístico imediato para ações dos demais órgãos públicos para garantir a manutenção da segurança no local.

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
2
1
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!