PUBLICIDADE
SEQUESTRO RELÂMPAGO
Encapuzados invadem residência e levam albergado que reaparece ferido
Segundo tia da vítima, João Marcos Silva Soares reapareceu com hematomas pelo corpo no início da madrugada deste domingo, 18. Ele é albergado do sistema prisional
Por João Barros
Em 19/08/2019 às 00:10
João Marcos Silva Soares, de 23 anos, havia sido sequestrado no início da manhã de ontem, 17 (Foto: Divulgação)

O albergado João Marcos da Silva Soares, de 25 anos, teve uma segunda chance depois que homens encapuzados o retiraram da casa de sua mãe, no bairro Senador Hélio Campos, por volta das 6h do sábado, 17, e o levaram para um local desconhecido.

A tia de Marcos conversou com a reportagem da Folha e demonstrou toda a preocupação com o caso e com a vida do jovem. Questionada sobre a conduta do rapaz, ela contou que no passado ele esteve envolvido com o tráfico de drogas e, por isso, cumpre pena em regime semiaberto no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) e tinha acabado de chegar da Unidade Prisional quando sofreu o atentado.

PUBLICIDADE

Sem saber para onde teriam levado o sobrinho, a mulher pediu ajuda divulgando a notícia junto com a foto da vítima. Após aproximadamente 18h sem saber do paradeiro de João Marcos ele reapareceu, por volta da meia noite, muito ferido na região do rosto, com hematomas por toda a cabeça e pelo corpo.

A reportagem conversou novamente com a tia da vítima na manhã de ontem, 18. Ela detalhou que o albergado chegou chorando e muito fraco. Ele contou para a tia que não sabe quem são os homens e que foi abandonado no Anel Viário, de onde caminhou até sua casa, tendo que parar em alguns lugares para sentar e descansar, mas evitava falar com qualquer pessoa na rua. A vítima não contou onde foi seu cativeiro e destacou ainda que pediu aos seus algozes que não o matassem e rezou muito para não morrer. O caso foi registrado na Central de Flagrantes do 5º DP e será investigado pela Polícia Civil. (J.B)

***
Gostou?
1
1
Damiao disse: Em 18/08/2019 às 10:09:51

"Esse teve sorte de ainda ta vivo."