PUBLICIDADE
CRIMINALIDADE URBANA
Jovem tem bicicleta roubada após ataque com ácido
Um dos suspeitos, de nacionalidade venezuelana, foi preso instantes depois pela Força Nacional. O fato ocorreu na noite de ontem, dia 10, no Nova Canaã
Por João Barros
Em 12/06/2019 às 00:25
Um dos suspeitos do ataque com ácido foi preso instantes depois pela Força Nacional (Foto: Aldenio Soares)

As abordagens criminosas com uso de ácidos continuam ocorrendo na Capital. Desta vez, a vítima foi um jovem de 18 anos que no fim da tarde da segunda-feira, dia 10, estava saindo da casa da namorada em direção à residência de um amigo em sua bicicleta quando foi abordado no bairro Nova Canaã. A vítima relatou que um dos elementos jogou produto químico em seu rosto, acertando seu olho esquerdo, enquanto tomava sua bicicleta.

“Eu saí do meu trabalho às 17h, passei na casa da minha namorada e estava indo à casa do meu amigo que mora duas ruas depois do local onde aconteceu tudo. Tinha uns caras na esquina que eu já tinha visto e quando percebi, assoviaram e outros me fecharam. Um deles segurou no guidão da bicicleta e jogaram o ácido no meu olho. Eu corri atrás deles porque acertaram apenas um olho meu. Eu não estava mais conseguindo enxergar e pedi ajuda de um taxista que me ajudou. A viatura chegou e me levou até a farmácia onde colocaram soro no meu olho. Tive sorte”, destacou. 

Uma viatura da Força Nacional de Segurança (FNS) passava próximo ao local e foi chamada pelas testemunhas que indicaram a direção para onde o autor do crime fugiu, levando a bicicleta da marca Poti, cor vermelha. Ao fazerem ronda pelo bairro, localizaram o suspeito com a bicicleta.

Um sargento da Força Nacional explicou como foia prisão do indivíduo, apesar de seus comparsas não terem sido localizados. “Quando abordamos o suspeito, ele estava com a bicicleta da vítima. Sobre o ácido, não encontramos nada com o suspeito. Ele foi levado para a delegacia por roubo de bicicleta. Duas viaturas estiveram nessa ação. A vítima reclamou do olho e da face ardendo e apontou o indivíduo preso como autor do crime”, destacou o policial.

Ele relatou que o jovem foi encaminhado ao Pronto Socorro da Policlínica Cosme e Silva, no bairro Pintolândia, para que o médico avaliasse sua condição. Após atendimento, o médico concluiu que ele não corria risco de ficar cego. A bicicleta foi recuperada e levada junto com o suspeito do crime, que é de origem venezuelana, para o 5ºDP, onde foi autuado em flagrante pela autoridade policial por roubo majorado. Ele permaneceu detido numa das celas da Delegacia até a manhã de ontem, dia 11, quando foi encaminhado para audiência de custódia com a Justiça. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!