PUBLICIDADE
CRIMINALIDADE URBANA
Militar do Exército é preso após cometer assaltos em série
Outros dos suspeitos também estão sendo procurados pela PM. Os crimes teriam sido cometidos no bairro Asa Branca e áreas adjacentes
Por Folha Web
Em 12/06/2019 às 09:15
Além do veículo Sandero, a PM recolheu dinheiro supostamente obtido nos assaltos praticados pelo militar e comparsas (Foto: Divulgação)

Um militar do Exército Brasileiro foi preso na tarde de ontem, dia 11, suspeito de participação numa sequência de assaltos no bairro Asa Branca e áreas adjacentes. Um veículo Sandero de cor preta, pertencente a ele, era utilizado nas ações criminosas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), graças a informações repassadas pelas vítimas, o Reforço Setorial do órgão conseguiu chegar até uma residência situada no bairro Jardim Equatorial. O carro estava no nome do militar.

No local, os policiais encontraram apenas a esposa do elemento, que a princípio negou ter um carro com as mesmas características, mas depois acabou confessado que o veículo pertencia ao marido. No momento dos questionamentos, ele não estava em casa.

PUBLICIDADE

Diante das confirmações da mulher, equipes decidiram monitorar o perímetro da residência, a fim de conseguir prender o suspeito. Não demorou muito tempo para que o veículo fosse encontrado na residência.

Ao cercarem o local, os policiais conseguiram encontrar o militar na residência vizinha, aos fundos da residência onde estava o veículo. Questionado, ele confessou participação nos assaltos e indicou a localização de mais dois elementos, sendo um deles identificado pela alcunha de "Mael".

O militar contou aos policiais que "Mael" estaria de posse de celulares roubados e da arma utilizada nos assaltos. A PM até o local onde supostamente os criminosos estariam, mas não conseguiu encontrá-los.

Na delegacia, uma das vítimas acabou reconhecendo o militar com um dos elementos que o assaltou. Na ocasião, os criminosos teriam levado cerca de R$ 1 mil e alguns pertences. O caso foi levado para o 2º Distrito Policial, onde o delegado responsável tomou todas as medidas cabíveis.

***
Gostou?
22
3
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!