PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna - Folha de Boa Vista
ELEIÇÕES 2020
PF usará drones para flagrar crimes como boca de urna
Ação também irá ocorrer em Roraima
Por Folha Web
Em 24/10/2020 às 07:00
Drones vão sobrevoar zonas eleitorais para inibir condutas vedadas (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Nas eleições municipais de novembro, a Polícia Federal (PF) deverá usar drones para prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores.

De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente deverão ser alocadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação.

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas a eleição em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.

Fonte: Agência Brasil

Leia mais: 

VÍDEOS RECOMENDADOS
***

Quer o site da FolhaBV com menos anúncios?

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público, combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. São mais de 50 reportagens todo dia. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

ASSINE A FOLHABV
Gostou?
7
0
Cadastrar-me Enviar Comentário
Manuel disse: Em 24/10/2020 às 11:08:28

"Uma pergunta... as urnas irão imprimir o voto para permitir uma auditoria? Olha este caso de ficar votando virtualmente não é seguro... Não se tem oportunidade de comprovar depois o que foi feito. O eleitor precisa ver impresso materialmente seu voto não só a foto do candidato e o ruido sonoro que já votou.. é imprescindível se ter como realizar uma do que foi votado fisicamente no o impresso versos o virtual. Só relatórios do que se foi supostamente praticado no pleito não é seguro. Não dá pra entender a omissão de tantos em não cobrar a impressão do voto. Desta forma já elegemos diversos ai que nos envergonham até hoje e depois dizem que não sabemos votar. Outra coisa, seria permitir a candidatura individual sem partidos visto que uma pessoa tem que se submeter aos combinados com os partidos para entrar. Ai não aparecerá cidadão de bem nunca governando."