PUBLICIDADE
CIDADE SATÉLITE
Pintor morre de hemorragia após levar tiro
Por João Barros
Em 27/05/2019 às 00:20

Um desentendimento entre dois homens, por volta das 20h, do sábado, dia 25, no bairro Cidade Satélite, terminou com a morte do pintor Edimilson Araújo da Costa, de 32 anos, que levou um tiro. O autor dos disparos é um conhecido da vítima e da esposa dele. 

A polícia apurou que a esposa de Edmilson teria discutido com o outro envolvido e o homem tentou sair do local de carro, mas a vítima se armou com um alicate, foi até o veículo do desafeto e usou a ferramenta para bater no vidro, ocasião em que foi alvejado com um tiro. 

A vítima caiu e o suspeito fugiu, mas as informações sobre ele já estão nas mãos da Polícia Civil, uma vez que ele foi identificado pela testemunha. O real motivo da discussão não foi esclarecido.

PUBLICIDADE

O Serviço de Atendimento Móvel (Samu) foi solicitado, mas a esposa da vítima não quis esperar e abordou o primeiro veículo que encontrou.

A Polícia Militar contou que uma guarnição estava no Posto de Combustível, que fica na entrada do bairro, quando recebeu informação de populares de que um homem ferido por arma de fogo estava em cima da carroceria de uma caminhonete carregada de fruta e que seu resgate não era adequado. A equipe foi ao local indicado e encontrou a vítima junto com a esposa, na carroceria da picape, e decidiu transferi-lo para a caminhonete da PM. Poucos metros à frente, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez o atendimento. Um técnico em enfermagem percebeu que a vítima estava bastante grave e parecia morta, mas como não era médico e não tinha como atestar o óbito, orientou os policiais a levarem o ferido até o Pronto Socorro do Hospital Geral de Roraima (HGR). A médica de plantão, ao receber a vítima, percebeu que não tinha mais o que fazer.

De acordo com o laudo do IML, Edimilson morreu de choque hipovolêmico [hemorragia]. 

As informações a respeito do crime foram repassadas aos investigadores da Delegacia Geral de Homicídios (DGH), a fim de que o caso seja devidamente esclarecido e o autor do crime, preso.(J.B)

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!