PUBLICIDADE
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia Civil apreende 31kg de drogas com microtraficante
Por João Barros
Em 13/06/2019 às 00:15
Os entorpecentes apreendidos foram apresentados à imprensa em audiência de custódia (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

Mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, realizada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) do Departamento de Narcóticos (Denarc), resultou na prisão de um indivíduo e na apreensão da maior quantidade de drogas, de uma única vez, em 2019, sendo 31kg. Em coletiva de imprensa realizada na manhã dessa quarta-feira, dia 12, os delegados Herbert Amorim, Leonardo Barroncas e Fernando Olegário deram detalhes sobre a operação.

“Essa operação já estava em andamento há algum tempo pela equipe da DRE. Nós conseguimos desarticular, em parte, essa célula criminosa. Nós prendemos primeiro um microtraficante e quando estava em curso a lavratura do flagrante, houve um telefone do fornecedor da droga para o interrogado e nós conseguimos chegar a essa pessoa que se evadiu, houve uma perseguição, ele bateu nas viaturas, avançou sinais e cruzamentos, mas nossas equipes, com muita prudência, resolveram abortar essa ação para evitar um acidente com vítimas inocentes”, explicou o diretor do Denarc, Fernando Olegário.

Como já havia uma linha de investigação os agentes conseguiram apreender, numa residência do bairro Jardim Tropical, os 31kg de pasta base de cocaína que, possivelmente, sejam provenientes da Venezuela e pela forma que a droga foi acondicionada, dentro de garrafas plásticas, acredita-se que tenha sido transportada em tanques de veículos.

Além da droga, também foram apreendidos celulares, balança de precisão, material para embalar droga e R$ 16 mil. O dinheiro estava na casa do microtraficante. “Ele vendeu a droga e estava esperando um novo fornecimento. Aqui são vários microtraficantes que vendem as drogas e esperam o fornecedor reabastecer. Quem fornece não tem casa própria. Nessas buscas feitas pela DRE, onde foram encontradas as drogas, também havia contratos de lotação. Isso indica que eles tinham várias casas e sempre mudavam de local a fim de dificultar o trabalho da Polícia”, ressaltou Olegário.

Pela quantidade de drogas, eles abasteceriam várias bocas de fumo dos bairros da Capital. A droga renderia um valor total de R$ 400 mil. O preso foi conduzido à DRE, enquanto o elemento que fugiu foi identificado e as investigações continuam. “Os trabalhos não param por aqui. Como já falei, essa apreensão é de apenas uma célula do crime. Teremos novos desdobramentos”, finalizou o diretor do Denarc.

A Polícia Civil enfatizou que Roraima sempre será uma rota para o tráfico, considerando a localização geográfica de fronteira com dois países (Guiana e Venezuela). 

DADOS – O delegado geral, Herbert Amorim, deu números comparativos das apreensões do ano passado em relação a 2019. “Só este ano conseguimos apreender R$ 104.175,00, oriundos do tráfico de drogas, sendo que no ano passado foram R$ 92.000. Em quantidade de drogas, foram apreendidos aproximadamente 54kg em 2018. De janeiro a início de junho deste ano, foram apreendidos 52kg”, detalhou. (J.B)

THIAGO CASTRO disse: Em 13/06/2019 às 12:26:37

"E ATÉ UM MILAGRE ESSE TRABALHO DA POLICIA , TEM QUE SER LOUVADOS JÁ QUE O EFETIVO DA POLICIA CIVIL DE RORAIMA E UMA VERDADEIRA PIADA , SO POR EXEMPLO A DELEGACIA DA BALIZA QUE RESPONDE POR SÃO LUIZ E CAROEBE POSSUE UM AGENTE POR PLANTÃO , E ELE NÃO PODE SAIR PQ TEM QUE OLHAR A DELEGACIA , ISSO E CHACOTA COM A POPULAÇÃO"

Henrique Sérgio Nobre disse: Em 13/06/2019 às 10:06:59

"Parabéns à DRE pela importante apreensão. Quanto menos drogas em circulação mais paz teremos. Quanto à prudência ao abortar a operação para prender os traficantes, é super louvável, uma vez que geralmente nessas perseguições temos o resultado desastroso com civis."