PUBLICIDADE
FATALIDADE NO TRÂNSITO
Cabeleireira morre após colisão entre moto e carro
Acidente ocorreu no final da tarde de sábado (31); Testemunhas afirmam que motorista tentava realizar conversão para a esquerda
Por João Barros
Em 02/09/2019 às 00:10
Karolaine Medeiros de Almeida ainda foi socorrida com vida, mas morreu no HGR (Foto: Divulgação )

Os acidentes de trânsito são rotineiros na Capital e alguns deles terminam em morte. Em horário próximo às 16h do sábado, 31, a cabeleireira Karolaine Medeiros de Almeida, 27 anos, foi vítima de uma colisão que aconteceu na avenida Manoel Aniceto Pontos, no Conjunto Cruviana, bairro Laura Moreira.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao endereço conversou com os envolvidos e com uma testemunha ocular que disse estar em frente a sua residência quando viu a vítima em uma moto Honda/Biz, cor rosa, pela avenida Manoel Aniceto em direção à avenida Ataíde Teive quando bateu na porta de um veículo Fiat/Strada, cor azul, conduzido por um aposentado de 53 anos.

PUBLICIDADE

O carro seguia na mesma direção que a vítima, mas, em determinado momento, realizou uma conversão à esquerda para atravessar para o outro lado da via, aproveitando um retorno no canteiro central feito manualmente por populares. Conforme os policiais, a vítima tinha uma lesão do lado direito do pescoço e no momento da queda a picape teria passado por cima das pernas da vítima.

Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada para prestar os primeiros socorros. Ao fim do processo de estabilização da vítima, foi conduzida rapidamente ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, no Hospital Geral de Roraima (HGR), mas não resistiu às lesões e morreu pouco tempo depois de dar entrada na Unidade de Saúde.

A perícia foi ao local do acidente e depois do trabalho técnico entregou a moto da vítima para sua irmã. O esposo de Karolaine é policial militar e também acompanhou as ações de atendimento e de perícia. O condutor do carro envolvido no acidente foi liberado porque a documentação estava em dia e ele não estava embriagado, além de ter permanecido no local da colisão até que recebesse autorização para ir embora.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes do 5o DP, mas foi encaminhado para a Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT) que ficará responsável pelas investigações. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), onde passou por necropsia, na noite do sábado. Ao fim do exame, foi levado para realização de funeral. O sepultamento aconteceu no fim da tarde de ontem, dia 1o, sob forte comoção. Familiares e amigos de Karolaine lamentaram a morte precoce da jovem, que deixa um filho. (J.B) 

***
Gostou?
0
21
Lima disse: Em 01/09/2019 às 14:17:23

"Porque ninguém fala do homem da caminhonete que estava errado?"