PUBLICIDADE
CÂMARA DOS DEPUTADOS
"Imigrantes estão sendo aliciados para o crime", alerta Comissão
Diante da situação, o relator da Comissão, deputado Antônio Nicoletti recomendou ao Judiciário isolamento de todos os venezuelanos presos em presídios do Estado
Por Folha Web
Em 05/07/2019 às 09:18
Último levantamento constatou que 216 dos mais de 3 mil presos do sistema prisional de Roraima são de nacionalidade venezuelana (Foto: Divulgação)

O relator da comissão da Câmara dos Deputados que analisa a crise migratória em Roraima, deputado federal Antônio Nicoletti (PSL) recomendou ao Judiciário, por meio de parecer, o isolamento de todos os venezuelanos em situação de encarceramento. A alegação é de que os mesmo estariam sendo aliciados por lideranças de facção criminosa que atuam no Estado.

"Assim, sugere-se aos órgãos encarregados pela execução das penas que tracem estratégias voltadas a inviabilizar o contato dos presos venezuelanos com detentos brasileiros que tenham ligações com facções criminosas", ressaltou.

A comissão da Câmara ressalta ainda que o alerta sobre o estreitamento dos laços entre os criminosos dos dois países partiu das próprias autoridades estaduais.

PUBLICIDADE

Até maio deste ano, as unidades prisionais do Estado possuíam 3.386 internos reclusos, sendo 216 de nacionalidade venezuelana. Desse total, 148 estão na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC), maior presídio de Roraima.

*INFORMAÇÕES: Portal Uol.

***
Gostou?
4
3
Radamanthis disse: Em 05/07/2019 às 11:11:40

"É claro que o estrangeiro encarcerado se torna presa fácil dessas organizações criminosas, contudo, acredito que o aliciamento se dá aqui fora, principalmente"