PUBLICIDADE
MUDANÇAS
Adjunto da Sesau e da PGE pedem para sair do governo
Eduardo José Cunha Morais recebeu exoneração a pedido; decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado
Por Paola Carvalho
Em 21/06/2019 às 00:20

Novas mudanças no primeiro escalão da administração estadual foram registradas durante a semana, entre elas a exoneração do adjunto da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau), Eduardo José Cunha Morais. 

Segundo o decreto nº 1236-P do Diário Oficial do Estado (DOERR) de 19 de junho deste ano, o governador Antonio Denarium (PSL) decretou a exoneração do secretário-adjunto da Saúde, porém a medida ocorreu a pedido do próprio servidor. Até o momento, nenhum nome foi definido para assumir a nova gestão da Sesau ao lado da advogada Cecília Lorezom.

A recém-nomeada titular da Sesau também chegou a ser apontada como um dos alvos da exoneração na tarde de quinta-feira, 20, por médicos da secretaria de saúde, rumor que foi desmentido pela Secretaria Estadual de Comunicação (Secom). 

PUBLICIDADE

 “A informação é inverídica. A secretária de Saúde não foi exonerada”, frisou.  A previsão é que a posse da nova titular seja inclusive nesta sexta-feira, 21.

PROGE – Outra mudança ocorreu na Procuradoria-Geral do Estado (PGE). O governador Antonio Denarium decidiu nomear Ernani Batista dos Santos Júnior para o cargo de Procurador-Geral adjunto. Na mesma ocasião foi exonerado do cargo, a pedido, o advogado Marcus Gil Barbosa Dias, que tomou posse como adjunto em 14 de maio deste ano, mesmo momento da posse do Procurador-Geral Jean Pierre Michetti. (P.C.)

***
Gostou?
2
3
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!